A Casa Branca é contra o SOPA

Por Redação Olhar Digital - em 16/01/2012 às 13h25

  • Censura
  • Governo
  • Pirataria
  • SOPA

Resumo: Time administrativo de Barack Obama se declara avesso ao projeto de Lei que censura a internet

Quando dissemos que o SOPA é um assunto de enorme polêmica, não estávamos para brincadeira: mais uma entidade se declarou contra o projeto de Lei que está tramitando no Judiciário estadunidense - a questão é que agora o "não" vem do próprio governo.

De acordo com post oficial no site da Casa Branca, o time administrativo do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou que não há apoio ao SOPA - sigla para Stop Online Piracy Act - vindo do atual governante. Quem assina o texto são três dos principais assessores do presidente: Victoria Espinel (Coordenadora de reforço à proteção da propriedade intelectual), Aneesh Chopra (executivo-chefe do setor tecnológico da Casa Branca) e Howard Schmidt (assistente pessoal do presidente e Coordenador de cibersegurança da equipe de segurança nacional).

Pelo texto, os três executivos salientam que acham válida a ideia de buscar um meio de se proteger a propriedade intelectual daqueles que produzem conteúdo, minando o crime de pirataria. Entretanto, não é interessante a ninguém que isso seja feito por meio do sacrifício da liberdade de expressão - um direito constitucional garantido na Primeira Emenda pela lei estadunidense.

Mais além o post ainda diz, em negrito, que "todo e qualquer esforço no combate à pirataria online deve ser protegido do risco de censura e não deve inibir a inovação dinâmica promovida pelos negócios - grandes ou pequenos".

O Olhar Digital já fez uma matéria extensa sobre o SOPA, inclusive, salientando possíveis efeitos que ele possa gerar no Brasil em caso de aprovação. O que você acha do projeto e, mais ainda, da posição que a Casa Branca tomou sobre ele?


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais