Adobe divulga planos para o futuro do Flash

Por Redação Olhar Digital - em 23/02/2012 às 13h58

  • Adobe
  • Flash

Resumo: Ameaçada pelo HTML5, plataforma vai continuar recebendo suporte da empresa, que acredita que ainda há mercado para ela

A Adobe não vai desistir do Flash e divulgou seus planos para os próximos anos da plataforma: mais lançamentos, novos recursos, melhor desempenho e o fim do suporte a navegadores móveis, segundo o Arstechnica.
 
A empresa acredita que dois mercados vão resistir ao avanço do HTML5 e permitirão a sobrevivência do Flash. Um deles é o de desenvolvimento e jogos. O outro é o de serviços premium de vídeos - ou seja, aqueles que precisam de arquivos criptografados. Para continuar atendendo a esses mercados, a empresa pretende se dedicar a pesquisas para tornar o Flash mais rápido e eficiente.
 
Para este ano, a Adobe pretende lançar versões do Flash com melhor suporte ao mouse, melhor aceleração de hardware e mudanças no suporte ao teclado, entre outras modificações. Ao todo serão três novas versões: a 11.2, que sai ainda neste trimestre; uma chamada "Cyril", que sai até o meio do ano; e uma chamada "Dolores", prevista para o segundo semestre.
 
A partir de 2013, a Adobe pretende fazer do Flash uma plataforma mais próxima das necessidades que os desenvolvedores terão ao longo dos próximos cinco a dez anos. Isso deve incluir alterações na linguagem de programação usada para o desenvolvimento de aplicativos Flash.
 
Um desafio para o futuro do Flash é o Windows 8. A Adobe afirma que está trabalhando com a Microsoft para finalizar os detalhes do Flash Player do novo sistema operacional, mas a Microsoft afirmou que a versão do Internet Explorer para a interface Metro, voltada para tablets, não terá suporte à plataforma. Assim, o Flash só deve existir no Windows 8 em sistemas x86 e x64 - os dispositivos com processador ARM não terão suporte a ele.


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais