Anatel fará 'pente fino' nos planos das operadoras

Por Redação Olhar Digital - em 01/08/2012 às 10h08

  • Anatel
  • Claro
  • OI
  • Tim

Resumo: Enquanto analisa os casos, governo também quer facilitar a instalação de antenas no País

Antes de decidir se acaba, ou não, com a suspensão de vendas de Claro, Oi e TIM, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) fará um "pente fino" nos planos de investimento das operadoras.

"A Anatel está exigindo medidas concretas", disse o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, após participar de evento em São Paulo. "Com isso", completou, "achamos (que o serviço) vai ficar satisfatório. Nos próximos dias devemos ter noticias."

De acordo com a Reuters, Bernardo informou que não há problemas no fato de as operadoras estarem antecipando investimentos, ao invés de subir o valor a ser desembolsado. Até porque, explicou ele, também serão avaliados os planos de gestão e os serviços.

Ao mesmo tempo, o ministro disse que o governo analisa a questão da instalação de antenas, cuja burocratização motiva reclamações antigas do setor. "Nossa burocracia de fato é grande e tenho visto cidades que levam meses, para dizer o mínimo, para fazer tramitar um pedido para instalar antenas. Por outro lado, acho que os municípios têm razão quando cobram que precisamos compartilhar essa infraestrutura. Não precisa de quatro torres para atender quatro empresas", afirmou.

Segundo ele, a Anatel vai votar um regulamento de competição que obrigaria o compartilhamento de infraestrutura. Mas como há municípios que possuem autonomia, será necessário negociar a instalação. "Só existem 250 municípios com legislação própria. Se fizermos essa lei, vai haver 5,2 mil, 5,3 mil municípios que seguirão nossa legislação", afirmou.


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais