Apple e Google: fim da parceria no Maps

Por Redação Olhar Digital - em 05/06/2012 às 14h06

  • Google Maps
  • iOS
  • iPhone
  • wwdc

Resumo: iPhone e iPads trarão outro aplicativo no lugar hoje ocupado pelo Google Maps. Novidades devem ser anunciadas na próxima segunda-feira
Google Maps

Quando o WWDC (o evento anual de desenvolvedores da Apple) tiver início em São Francisco, na próxima segunda-feira, dia 11, todo mundo vai estar de olho nos novos Macs. Mas, todos estarão prestando mais atenção ainda nos recursos do iOS, sistema operacional que controla iPhones e iPads. O iOS 6 deve ser demonstrado durante o evento. Mas há um ponto em particular que vai despertar o tradiconal "buzz" na internet - aliás, já está despertando. Trata-se do divórcio entre Apple e o Google no uso do serviço Google Maps. Durante anos, o Maps fez sucesso nas telas dos iPhones. É um dos aplicativos mais usados - especialmente por quem mora em grandes cidades. Mais recentemente, o serviço ganhou novos recursos, integrando informações de tráfego às previsões de tempo de percurso - isso depois de todos os avanços dos anos recentes, como o Google Street View. Ainda assim, a Apple vai abandonar o barco.

Os desentendimentos entre as empresas em torno do Maps são antigas. A Apple sempre se incomodou com a coleta de dados que o Google faz a partir dos iPhones. Como represália, nunca permitiu que o Latitude (recurso que encontra amigos com base em sua localização) rodasse em seus aparelhos. Mas, o Google tinha nos iPhones e iPads um importante vetor para distribuir o Maps (sem contar os royalties que recebe da Apple pelo uso), e a Apple tinha no Maps um aplicativo central para a experiência de uso dos consumidores de seus produtos.

Agora, a Apple planeja lançar seu próprio serviço de mapas. E a Google já articulou uma tática preventiva, ao anunciar grandes novidades que devem ser mostradas no evento de amanhã (quarta-feira, 06/12). Do lado da maçã, especula-se que o novo serviço deve ser integrado ao iCalendar. Assim, se você tiver uma reunião do outro lado da cidade, e o trânsito começar a apertar, o serviço emitirá avisos para que você se apresse e se ponha em marcha. Evidentemente, a Apple precisará do apoio de sua comunidade de desenvolvedores para criar algo parecido com o que o Google já tem. Mais uma vez no campo da especulação, há quem diga que o novo serviço de mapas da empresa deva estrear ainda esse ano, em função das recentes aquisições de companhias do setor. É esperar para ver. Difícil mesmo será imaginar que a Apple consiga reproduzir em seu serviço algo tão atraente e inovador como o Street View.


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais