Brasil é o país que mais recebe ataques crackers na internet

Por Redação Olhar Digital - em 18/06/2012 às 14h06

  • Brasil
  • phishing
  • Segurança

Resumo: Território brasileiro recebeu, só no mês de maio, 50,2% do total de invasões em toda a América Latina

Uma recente pesquisa da RSA, divisão de segurança cibernética da EMC (NYSE: EMC), posiciona o Brasil como o principal alvo de criminosos digitais na América Latina. O país recebe atualmente 50,2% dos ataques de crackers e outras ações fraudulentas.

Segundo Roberto Regente, vice-presidente da RSA para América Latina e Caribe, o bom momento da economia brasileira e o crescimento do mercado de internet transformaram o país em uma fonte atrativa para atuação de criminosos. "O Brasil é hoje o quarto maior mercado de PCs do mundo e tem uma população muito conectada", afirma.

Em segundo lugar no ranking vem a Colômbia, com 24,3% das ações fraudulentas, e em terceiro o Chile, com 21,4%. México e Equador viram números de ataque muito menores no mês passado, e ocupam respectivamente a quarta e quinta colocação (1,5% e 1,2%). O restante dos países é responsável por menos de 1% do volume total de ataque registrado na região.

O relatório aponta que o phishing se tornou a principal maneira de ataque aos computadores. O método é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sigilosas de usuários na internet.

A pesquisa revela ainda que 40% das fraudes vêm de endereços hospedados nos Estados Unidos. "As empresas precisam estar atentas a esses crimes e buscar produtos e serviços mais seguros. Paralelo a isso, é necessário investir também em educação e conscientização para reduzir essas ações criminosas", alerta Regente.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais