Cracker posta 6,5 milhões de senhas do LinkedIn na internet

Por Redação Olhar Digital - em 06/06/2012 às 10h06

  • LinkedIn
  • Segurança

Resumo: Russo afirma ter invadido a rede social. LinkedIn não confirma a informação, mas a recomendação é que usuários troquem a senha
Em pesquisa, 42% dizem que a rede social não irá substituir CV, enquanto 32% acha que sim

Um cracker russo afirma que invadiu os servidores do LinkedIn e colocou na internet cerca de 6,5 milhões de senhas de usuários da rede social corporativa, de acordo com o Mashable.

As senhas estão criptografadas e não contam com o nome do usuário. No Twitter, o LinkedIn afirmou que está analisando o caso e deve divulgar uma nota sobre o roubo das senhas nas próximas horas.

Existe a possibilidade das senhas não serem verdadeiras, ou, como no caso das 55 mil contas supostamente hackeadas do Twitter, que sejam apenas usuários inativos ou spam.

De qualquer jeito, a principal recomendação no momento é que todos os usuários da rede social troquem o password da conta para evitar problemas como a invasão da conta.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais