Depois de descoberta no iOS, falha no Android permite acessar todas as fotos do seu celular

Por Redação Olhar Digital - em 02/03/2012 às 10h23

  • Android
  • Apple
  • Fotografia
  • Google

Resumo: Erro "intencional" do Android possibilita que terceiros acessem os aparelhos e copiem as fotos para outro servidor, sem aviso
Android

Um dia depois de termos publicado que um grupo hacker encontrou uma falha no sistema do iOS, agora foi a vez do Android sofrer um problema semelhante. É o que afirma o jornal The New York Times, que aponta erros no sistema operacional do Google que permitem acessar todas as fotos do seu celular e copiá-las para outro servidor, sem a necessidade de digitar uma senha de proteção para desbloquear o aparelho ou avisar ao dono.
 
No caso da Apple, o bug está presente no iOS 5.0.1, no qual qualquer pessoa poderia visualizar a lista de contatos de um iPhone sem precisar de login para acessar o dispositivo. Quando há uma chamada não atendida, o sistema permite retornar a ligação mesmo sem precisar da senha para desbloquear o aparelho. A partir daí, em um esquema que envolve tirar e colocar o cartão SIM diversas vezes durante a tentativa de retornar a chamada (ou quando não há sinal no local em que o usuário está), é possível acessar toda a agenda de contatos do iPhone e ligar para qualquer pessoa.
 
Contudo, a situação do Android é diferente do iOS. Enquanto o diretório de fotos do iPhone não possibilita a visualização sem a permissão do dono do aparelho, o Android armazena as imagens em um arquivo padrão no sistema de dados principal. Isso significa que praticamente qualquer aplicativo de terceiros pode acessar as fotografias.
 
De acordo com o The Verge, isso não é uma falha de segurança, mas sim uma consequência intencional do design do software operacional, já que o Google declarou que o Android foi pensado para possibilitar aos usuários visualizar suas fotos tanto pelo celular quando por um cartão de memória removível, e não através de um mecanismo de permissão para fotos.
 
"Projetamos o Android, originalmente, como um sistema de arquivos e fotos semelhante aos de outras plataformas de computação, como Windows e Mac OS. Na época, as imagens eram armazenadas em um cartão SD, tornando mais fácil para removê-lo de um telefone e colocá-lo em um computador, para então visualizar ou transferir as fotografias", disse o Google em um comunicado.
 
A companhia ainda afirma que, pelo fato dos telefones e tablets evoluírem para uma tecnologia de memória interna, os desenvolvedores estão com um outro olhar para essa situação e consideram a adição de uma permissão para que outros aplicativos acessem imagens nos dispositivos. "Sempre tivemos políticas em vigor para eliminar qualquer app no Android Market que invada os dados dos usuários indevidamente".


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais