Google, o dono do mundo

Por Redação Olhar Digital - em 10/03/2009 às 15h32

  • Chrome
  • Google
  • IE8
  • Mercado

Resumo: Além de reafirmar o domínio absoluto do Google, estatísticas mostram que rivais têm longo caminho a percorrer

Segundo dados do site StatCounter Global Stats, o Google não tem rivais à altura na maior parte do mundo, deixando para trás a concorrência nos seis continentes. De acordo com as medições realizadas nesta segunda-feira, 9, o gigante das buscas tem 97,06% do mercado no Brasil, contra apenas 1,6% do Yahoo! e 1,11% do Live Search, da Microsoft.

No resto do mundo, a situação é bem parecida. Nas estações de pesquisa da Antártida, o Google é usado em 100% das buscas. A extensão do domínio da empresa compreende também a América do Sul (96,94%), a Europa (93,92%), a Oceania (93,41%), a África (92,7%) e a Ásia (92,48%).

l

O único lugar do globo onde o território do Google é um pouco menor é na América do Norte: a empresa detém 78,86% do mercado, seguida pelo Yahoo! com 11,9%, e o Live Search vem na terceira posição, com 3,8%.

O instituto StatCounter Global Stats mostra estatísticas constantemente atualizadas sobre o mercado de buscas, oferecendo dados consolidados de cada continente ou de cada país.


Navegadores - IE x Firefox

Ainda segundo o serviço de medições online StatCounter Global Stats, fevereiro foi o mês no qual o Firefox 3 superou o Internet Explorer 6 pela primeira vez. A versão 7 do browser da Microsoft segue na frente no ranking mundial, com 41% do mercado. Logo atrás, e ultrapassando o IE 6, surge o Firefox 3, com 24% de participação.

ç

O levantamento aponta que o crescimento do Firefox 3 pode ser parcialmente atribuído a usuários do Firefox 2 atualizando suas versões, já que a fatia desse navegador recuou de 16% para 3% no período.

A participação combinada do IE 6 e IE 7 caiu de 68% em julho de 2008 para 63 % no mês passado. O IE 8 registrou uma fatia de pouco mais de 1%.

No Brasil, o Firefox cresceu de 27,98% em julho de 2008 para 30,44% no final de fevereiro; já o Internet Explorer caiu de 69,56% para 65,77%.

O Google Chrome tem 2,65% de participação em terras tupiniquins, superando o Opera, que encerrou o mês passado com 0,72% do mercado.

 



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais