Homem é preso por roubar identidade de co-fundador da Microsoft

Por Redação Olhar Digital - em 27/03/2012 às 19h04

  • Cartões de crédito
  • Comportamento
  • Dinheiro
  • Fraude

Resumo: Criminoso alterou endereço da conta bancária de Paul Allen, pedindo um novo cartão de crédito em seguida
Homem tenta se passar por Paul Allen, cofundador da Microsoft

Um homem chamado Brandon Lee Price, de 28 anos, foi preso no início do mês nos EUA acusado de roubar a identidade de ninguém menos que o bilionário Paul Allen, um dos co-fundadores da Microsoft.

Brandon ligou para uma agência do banco Citybank em janeiro, pedindo que alterassem o endereço da conta de Paul, de Seattle para Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos. Três dias depois, ligou novamente dizendo que havia perdido seu cartão de crédito e pediu um novo.

O cartão foi usado para pagar uma transação da Western Union no valor de US$15 mil (cerca de R$27 mil) e um empréstimo no Banco das Forças Armadas no valor de US$659 (cerca de R$1,2 mil). Ele ainda tentou comprar produtos em lojas de games.

Reprodução

(Paul Allen, co-fundador da Microsoft e dono da conta fraudada)

Para piorar, Bradon é considerado desertor por abandonar o exército americano sem permissão. David Postman, porta-voz de Allen, diz que a fraude foi detectada pelo próprio banco, que alertou as autoridades, segundo o Los Angeles Times.

Ele também diz que o caso é "um lembrete de que qualquer um pode ser vítima desses ataques". David explica que, apesar de outras contas no nome de Allen também serem rastreadas, apenas a que Price mexeu foi comprometida.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais