IBM cria dispositivo laser que transmite dados a um trilhão de bits por segundo

Por Redação Olhar Digital - em 28/03/2012 às 11h05

  • Chip
  • IBM

Resumo: Chip óptico é oito vezes mais rápido que os melhores componentes disponíveis no mercado atual e consome menos de cinco watts de energia

Pesquisadores da IBM construíram um chip óptico que pode transferir mais dados por segundo do que qualquer outro no planeta.

Os cientistas chamaram o transmissor de "Holey Optochip". De acordo com os especialistas, o dispositivo é capaz de mover dados a um trilhão de bits por segundo, ou seja, oito vezes mais rápido do que os melhores componentes ópticos disponíveis no mercado atual e cerca de dez mil vezes mais rápido do que os 100 megabits por segundo comuns. Além disso, a invenção não consome muita energia - menos de cinco watts.

Isso é um ponto muito importante que pode ajudar os atuais centros de arquivos e instalações que utilizam supercomputadores, já que as companhias criam máquinas cada vez mais poderosas e que exigem recursos mais eficientes.

O chip é construído com componentes comuns e levou cinco anos para ser finalizado. A única diferença são 48 buracos feitos para que o laser passe pelo chip - daí o nome "Holey", que em tradução livre quer dizer "cheio de buracos". "Basicamente, o chip é uma versão melhorada dos que são usados nos PCs de alta performance desta geração. O segredo é o bom uso da velocidade e da energia, ao mesmo tempo", afirmou Clint Schow, da IBM.

Mesmo com um futuro promissor, no entanto, a IBM não planeja transformar o chip em um produto comercial. Na verdade, ela quer que uma empresa que trabalha com transmissões de dados licenciasse a tecnologia para construir ferramentas super-rápidas em PCs de alta performance.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais