Ironia: Kim Dotcom afirma que oficiais do governo dos EUA também eram usuários do Megaupload

Por Redação Olhar Digital - em 12/03/2012 às 17h42

  • Banco de Dados
  • Governo
  • Internet
  • Megaupload

Resumo: Perfis incluíam funcionários do Departamento de Justiça e do Senado
Kim Dotcom

Nem só filmes e músicas ocupavam os servidores do Megaupload. Nas máquinas, também estavam guardados diversos dados e arquivos pessoais, que também foram perdidos quando o Departamento de Justiça dos Estados Unidos fechou o site. Assim, Kim Dotcom, fundador da página, está tentando entrar em acordo com o orgão para que esses dados possam ser disponibilizados. E, de quebra, Kim comunicou algo, no mínimo, irônico: diversas contas eram de funcionários do próprio governo norte-americano.

"Adivinhem – encontramos um grande número de perfis de oficiais do governo americano, incluindo do Departamento de Justiça e do Senado", disse em entrevista ao site TorrentFreak. O anúncio veio junto da tentativa de recuperar os dados que claramente não infringiam nenhuma lei, como fotos pessoais ou arquivos de trabalho dos usuários, que podem chegar a centenas de milhares.

"A equipe legal do Megaupload está trabalhando duro para reunir esses dados". Entre as medidas, o Megaupload está tentando dar acesso temporário aos usuários lesados.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais