Microsoft só permitirá IE no Windows 8 para tablets; Mozilla reclama da decisão

Por Redação Olhar Digital - em 10/05/2012 às 16h34

  • browser
  • Google
  • Internet Explorer
  • Mozilla

Resumo: De acordo com as regras da empresa, browsers rivais não seriam suportados na plataforma móvel com processadores ARM
Modelo empresarial também será lançado, dando mais produtividade e segurança aos usuários, segundo Microsoft

A Mozilla divulgou um comunicado ontem (09/05) demonstrando sua preocupação sobre algumas restrições técnicas impostas pela Microsoft em sua versão do Windows 8 para tablets. De acordo com as regras, browsers rivais não seriam suportados na plataforma móvel com processadores ARM. A API distribuída pela Microsoft não é suficiente para a criação de aplicativos mais elaborados - e os browsers, por mais simples que pareçam, exigem muito da programação.

Ao contrário da versão para desktops e laptops, a versão do Windows 8 para tablets só rodará aplicações que forem distribuídas pela loja de aplicativos da Microsoft. Essa restrição é para que a segurança, performance e vida útil da bateria sejam garantidas - algo parecido com o que a Apple faz com o seu iOS.

Harvey Anderson, conselheiro geral da Mozilla, afirmou que a decisão da Microsoft "restringe a escolha do usuário, reduz a competição e esfria o mundo das inovações". Para Anderson, a notícia também contradiz um dos princípios do Windows, divulgados em 2006. Na ocasião, a Microsoft garantiu que os usuários sempre teriam opção de utilizar aplicativos e softwares desenvolvidos por terceiros. O executivo também sugeriu "implicações antitruste" com possíveis consequências nas côrtes européia e americana.

O Google também se mostrou favorável aos comentários da Mozilla. "Nós temos as mesmas preocupações. Sempre abrimos espaço para inovações e acreditamos que a competição só nos faz trabalhar cada vez mais. No final, consumidores e desenvolvedores tiram proveito dessa corrida pelo topo".


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais