Nos EUA, Dilma negocia construção de sede do MIT no Brasil [ATUALIZADO]

Por Redação Olhar Digital - em 10/04/2012 às 18h25

  • Brasil
  • MIT
  • Tecnologia

Resumo: Ministro Aloízio Mercadante confirma que negociações já estão em andamento, mas que ainda não há previsão de quando centro será inaugurado

O governo brasileiro e o Massachusetts Institute of Technology, o MIT, estão em negociação para abrir uma sede da instituição no Brasil. As informações são do jornal O Estado de São Paulo desta terça-feira (10/04).

O convite foi feito à instituição, uma das mais respeitadas organizações de pesquisa e inovação dos Estados Unidos, pelo governo brasileiro durante a visita da presidente Dilma Rousseff à sede do instituto, na cidade de Cambridge, próxima a Boston.

Segundo o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, as negociações para a abertura da possível sede do MIT no Brasil estão em andamento e ainda não há previsão sobre a cidade onde ela ficará. O que se sabe é que "vamos ter uma escola do MIT no Brasil", confirmou o ministro, que também afirmou que não há previsão da data de quando o centro poderá ser inaugurado.

Além do MIT, a presidente Dilma Rousseff incluiu uma visita à Universidade de Harvard em sua agenda de viagem aos EUA a fim de propor maneiras para priorizar a ciência e a formação de alto nível para levar o Brasil à excelência científica.

O objetivo de Dilma é apresentar o programa Ciência sem Fronteiras, um projeto governamental educativo cujo objetivo é fazer com que o País avance nas áreas de tecnologia e inovação a partir do intercâmbio de pesquisadores, estudantes e professores entre instituições brasileiras e do exterior. Para isso, o programa tem recebido fortes investimentos do governo.

Atualizado: o MIT desmentiu os comentários do ministro Aloizio Mercadante: "O MIT não abre filiais no exterior. Houve um pequeno mal entendido, pois o ministro falava em uma noção geral de colaboração". A universidade declarou que o único acordo oficial envolve uma parceria com o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

De acordo com um porta-voz da Presidência, diferentemente do que disse Mercadante, a própria Dilma teria convidado o MIT, que ainda estudava o convite. Em discurso no MIT, Dilma disse apenas acreditar que "a nossa parceria (Brasil-EUA) para o século 21 será baseada no conhecimento. Por este motivo, eu me comprometi em dar suporte a este acordo (entre o ITA e o MIT)".

A presidente Dilma visitou Harvard nesta quarta-feira (10/04), onde fez uma palestra. A administração também anunciou uma colaboração com a universidade por meio do Capes para apoiar doutorandos e pós-doutorandos do Brasil, além de estudantes de áreas médicas, exatas e tecnológicas. Haverá ainda uma bolsa de professor visitante brasileiro na universidade americana.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais