Novo sistema de tradução do Google usa rede neural e tem precisão quase humana

O Google anunciou nesta terça-feira, 27, uma nova técnica que usa a inteligência artificial para traduzir textos em diferentes línguas. O sistema, chamado Google Neural Machine Translation (GNMT), usa redes neurais para realizar as traduções. De acordo com a empresa, em vez de traduzir cada palavra ou frase de maneira independente, o método leva em conta a sentença completa.

"A vantagem dessa abordagem é que ela requer menos escolhas de design e engenharia do que os sistemas de tradução anteriores", explicam pesquisadores do Google. Quando foi usada pela primeira vez, a precisão da técnica foi igual a de sistemas existentes, mas ao longo do tempo, os resultados foram superiores e se aproximaram da precisão humana.

A empresa revela que a utilização por usuários pode ajudar a aprimorar o sistema, principalmente em casos difíceis. Por isso, a partir de hoje, o GNMT será usado nas traduções automáticas de chinês para inglês ou ao contrário, em apps móveis ou na versão web.

"O GNMT ainda pode cometer erros significativos que um tradutor humano nunca cometeria, como traduzir mal nomes próprios ou termos raros e traduzir frases isoladas em vez de considerar o contexto do parágrafo ou página. Ainda há um monte de trabalho a fazer para atender melhor nossos usuários", explica o Google.

Via TheVerge





RECOMENDADO PARA VOCÊ