Office ganha adaptação para tablets

Por Redação Olhar Digital - em 16/07/2012 às 17h20

  • Microsoft
  • Office

Resumo: Suíte de programas ganha adaptação para telas sensíveis ao toque e apoio de sistema de arquivamento na nuvem

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira (16/07) o mais novo pacote Office, que chega a sua versão de número 15. Em um evento em São Francisco (Estados Unidos), Steve Ballmer, CEO da empresa, mostrou algumas das novas características do produto, cuja versão para testes já pode ser baixada gratuitamente no site da companhia. Criado em 1989 e padrão desde então, a suíte ganha uma necessária atualização para o século 21. As principais novidades são a adaptação dos softwares ao toque dos dedos e a ênfase no arquivamento na nuvem, o que facilitará o acesso a documentos em múltiplas plataformas.

O novo pacote Office pega emprestado algumas das características do Windows 8, como a interface Metro, tornando o produto mais limpo e intuitivo. Os programas - Word, PowerPoint, Excel, OneNote, InfoPath Designer, InfoPath Filler, Publisher, Lync, Access e Outlook - poderão ser controlados não apenas pelos tradicionais mouse e teclado, mas foram adaptados para funcionar também em superfícies touchscreen e com o auxílio de uma caneta stylus.

É possível, por exemplo, escrever um e-mail com sua stylus – como a que a Microsoft lançará com o tablet Surface –, converter automaticamente a escrita em texto digitado e enviá-la como e-mail, em alguns poucos toques. A stylus também poderá ser usada como uma caneta laser em apresentações no Power Point, com extras como o que permitirá dar zoom em áreas específicas dos slides.

O Office 15 está todo apoiado no arquivamento em nuvem e no sistema SkyDrive. "Estamos em uma transição de negócio, fazendo do Office um serviço da nuvem", disse Kirk Koenigsbauer, vice-presidente corporativo da divisão Office da Microsoft. A partir de agora, o sistema de cloud computing arquivará automaticamente todos os documentos produzidos no Office, o que facilitará a sincronização de trabalhos entre máquinas distintas, como PCs e tablets.

A intenção da Microsoft é tornar o Office um produto multiplaforma e multiuso, apagando a imagem exclusivamente executiva que o produto adquiriu nos últimos anos.

O Word também ganha uma série de reparos, como o que possibilitará, finalmente, a abertura e a edição rápida de arquivos em PDF.  Elementos multimídia como vídeos do YouTube também ganham destaque no programa de escrita, que escurecerá toda a tela ao mostrar um preview, bastando um clique fora do campo de exibição para confirmar a inserção do vídeo e para continuar a edição.

Outras novidades são o PeopleCard - um sistema que permitirá que a pessoa veja, de dentro do Office, atualizações de status do Facebook, do LinkedIn e informações de contato dos seus contatos – e a integração da suíte com o Skype, cujos contatos poderão ser adicionados ao Lync. Além disso, quem comprar o novo pacote Office ganha uma hora por mês de conversas no programa de voz sobre IP.

A Microsoft ainda não divulgou informações como preço ou data de lançamento oficial do novo produto. A suíte será dividida nas categorias caseira, escolar e executiva, mas pela primeira vez a Microsoft ampliará o espectro do programa Office 365 – que, por uma taxa fixa mensal ou anual, permite o download das versões mais recentes do Office em qualquer dispositivo, assim como a atualização gratuita de qualquer máquina que já conte com versões passadas dos softwares.

Para fazer o teste no Office 365, clique aqui



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais