Redes 3G+: elas já estão entre nós! Veja como garantir essa velocidade extra

Por Rafael Arbulu - em 17/01/2012 às 13h48

  • 3G
  • 3G+
  • Celulares
  • Claro

Resumo: Olhar Digital mostra quais são as condições e procedimentos de contratação do novo padrão de rede móvel de internet que já está funcionando no Brasil

O mais comum, hoje, para qualquer pessoa que queira comprar um smartphone, é adquirir um aparelho já "amarrado" a um plano de dados pós-pago, com uma determina oferta de acesso à internet móvel. Apesar de você não ser obrigado a acatar essa "amarra", a maior parte dos clientes aceita pela conveniência de se ter a rede sempre à mão.

O sinal 3G foi instituído no Brasil em 2004, com a Vivo. Desde então, o que temos é um misto entre o 3G completo (mais veloz e estável, porém com taxas mais caras) e o popularmente chamado "2.5G", que oferece algumas funções do 3G, mas não com a mesma velocidade ou estabilidade. Quase dez anos depois, as operadoras de telecomunicações já começam a visar o próximo passo. Não. Ainda não é o 4G, apesar dos smartphones mais recentes já darem suporte à essa conexão. O que temos hoje é conhecido como "3G+" ou "HSPA+" (High Speed Packet Access) – um padrão de velocidade que fica na linha intermediária entre o 3G atual e o 4G ainda inexistente no Brasil.

Pelo menos três das quatro grandes operadoras nacionais já oferecem os pacotes 3G+. É possível, inclusive, que você já esteja usando esse tipo de serviço sem saber. Saiba o motivo no detalhamento de oferta da Vivo, Claro, TIM e Oi /Brasil Telecom para a tecnologia 3G+:

VIVO
  • Desde quando oferece?
    A VIVO já dispõe de um pacote 3G+ desde novembro 2011 em São Paulo.
  • Como posso contratar e quais são os preços e condições?
    Ainda não é possível contratar planos para smartphones - apenas para banda larga (o modem). Clientes corporativos, atualmente, os únicos que podem assinar esse serviço, pagam R$ 199,90 mensais (já incluso o modem no plano "VIVO Internet Brasil 8GB"), mas há desconto de 50% para assinantes Speedy - com valor de R$ 99,50 mensais.
  • Quais são os aparelhos compatíveis?
    Segundo a própria VIVO, esse sinal de conexão ainda não está disponível para smartphones e afins. Seu uso, por enquanto, é restrito a notebooks e desktops.
CLARO
  • Desde quando oferece?
    A Claro já disponibilizou o sinal 3G+ para seus clientes em dezembro de 2011, em várias cidades do país.
  • Como posso contratar e quais são os preços e condições?
    Indiretamente, você já contratou. A Claro providenciou o upgrade do sinal para o 3G+ em dezembro de 2011, sem custo adicional para seus clientes. A questão reside na compatibilidade do seu aparelho.
  • Quais são os aparelhos compatíveis?
    - Motorola Atrix
    - Motorola Razr
    - Samsung Galaxy SII
    - Samsung GalaxyTab 8.9 (exclusivo da operadora)
    - Samsung GalaxyTab 10.1
    - Samsung Galaxy Note (exclusivo da operadora)

Reprodução

TIM
  • Desde quando oferece?
    A atualização da rede atual para o padrão 3G+ está sendo feita de forma gradativa. Segundo a TIM, cerca de 50% das antenas da empresa já são capacitadas para o 3G+, mas ainda não há previsão de um lançamento comercial para os clientes.
  • Como posso contratar e quais são os preços e condições?
    Assim como ainda não há previsão de lançamento comercial, não há informação sobre novidades de preço.
  • Quais são os aparelhos compatíveis?
    De acordo com a TIM, não há qualquer informação neste tópico.
OI/BRASIL TELECOM
  • Desde quando oferece?
    A Oi / Brasil Telecom já conta com instalação de estruturas para transmissão de sinal 3G+ desde outubro de 2011.
  • Como posso contratar e quais são os preços e condições?
    Segundo a própria operadora, este serviço ainda não está disponível para aquisição.
  • Quais são os aparelhos compatíveis?
    Assim como ainda não há disponibilidade do serviço para compra, a Oi também não soube informar sobre compatibilidade de aparelhos.

Vale citar ainda que as velocidades são bastante variáveis, mas, a salvo da Claro, que fez a conversão do sinal sem custo para o cliente (em outras palavras, a maioria nem percebeu a mudança), as outras empresas ou ainda não disponibilizaram assinatura - o que pode ser um indício de aumento de custos mensais para o cliente - ou então destinam o serviço, ao menos em um primeiro momento, para finalidades corporativas.

Você, cliente Claro 3G ou Vivo 3G Corporativo? Percebeu a mudança no seu celular? A conexão é mais rápida? Quanto? Conte-nos sua experiência nos comentários abaixo. Em breve, faremos um "hands on" e um comparativo dos serviços citados.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais