Saiba como ser invisível para o Google

Por Redação Olhar Digital - em 02/02/2012 às 12h18

  • Google
  • privacidade
  • Segurança

Resumo: A nova política de privacidade do Google passará a valer a partir de 1 de março, mas se você está preocupado, existem formas de se esconder deste gigante

Muitos já receberam esse aviso ao acessar o Gmail ou qualquer outro serviço do Google; outros, leram o anúncio da empresa aqui no Olhar Digital. A gigante da internet está mudando suas normas de privacidade com a ideia de facilitar a sincronização de seus serviços nas contas do usuário. Entretanto, há quem veja isso como uma forma indevida de uso de dados pessoais, como por exemplo rastreamento de acessos e venda para empresas de publicidade.

Por mais que haja desconfiança, há também quem elogie a ideia de integração completa de todos os serviços em uma única conta - algo que o Google já vinha tentando fazer, mas agora deverá ser mais definitivo. Ainda assim, se você é um dos "clientes insatisfeitos", aqui vai uma dica simples para mascarar sua presença até mesmo para o titã da rede.

A empresa fundada por Larry Page possui diversos recursos que lhe permitem usar o chamado opt-out (opção não presente na nova política de privacidade da empresa), sobretudo no quesito "publicidade online". Primeiro passo: abra o Google Dashboard. Aqui, será possível "quebrar" suas informações pessoais em duas categorias: aquelas que são catalogadas conforme você busca, acessa, navega, posta, faz download, upload e afins - e que, portanto, não podem ser desligadas, pois o processo é automático -, e aquelas que você entrega de forma voluntária, como integração de serviços terceirizados. Próximo ao seu nome e dados, clique na opção "Sites autorizados a acessar a conta", onde você verá quais serviços estão integrados à sua conta - redes sociais como Twitter e Facebook, serviços de vídeo externos, como o Vimeo e por aí vai. Revogue o acesso da forma que lhe for mais conveniente.

Outra dica, também dentro do Google, é usar o "Ads Preference Manager", que, conforme diz a tradução do nome, permite que você escolha quem pode e quais anúncios podem ser veiculados na sua conta - ou, se você for mais radical, negar acesso a todos os anunciantes. Nesta tela, você é apresentado a duas categorias, uma específica para o Gmail e serviços do Google, e outro para a internet em geral. Clique em "Ads on the web" e o Google mostrará as "preferências de usuário" relacionadas à sua conta. Você pode editá-los ou removê-los como achar melhor.

Finalizando, existem também formas mais diretas e simples de customizar até certo grau a sua presença online: tanto o Firefox como o Chrome possuem extensões que permitem ao usuário gerenciar quais empresas anunciam em sua conta. O Google também faz parte do "Network Advertising Program", uma iniciativa que reúne diversas empresas anunciantes na internet, as quais você pode direcionar para perto ou para longe de sua conta.

Reprodução

Teoria da Entropia

Peter Eckersley, jornalista e blogueiro da Electronic Frontier Foundation (EFF), formulou e detalhou o que chama de "Teoria da Entropia". Em termos resumidos, ela determina um valor  mínimo para que as informações colhidas sobre você permitam ao Google (e outros) identificar-lhe de forma precisa. Segundo Eckerley, a soma de "33 bits de Entropia" - medida usada pelo especialista - já garantem a possibilidade de deduzir quem você é, com boa taxa de acerto.

A mesma EFF oferece um recurso gratuito que calcula, com base nos dados de navegação do seu browser, o número de "bits" que você deixa como rastro visível para o Google, chamado Panopticlick. No caso da conexão e da conta utilizada para teste, com uso do Mozilla Firefox, nosso rastro converte-se em 22.92 bits. Em outras palavras, o Google poderia saber, neste momento, uma ou outra coisa sobre nós, mas ainda seria incapaz de identificar apropriadamente quem somos.

Faça o teste você também e diga-nos o quão invisível você é pelos comentários abaixo. E se você estiver interessado na teoria formulada por Eckersley, pode ler todos os detalhes aqui (em inglês).


Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais