Skout, aplicativo de encontros acaba levando a casos de estupro

Por Redação Olhar Digital - em 13/06/2012 às 11h06

  • Aplicativos
  • redes sociais

Resumo: Após três casos envolvendo menores de idade, app não permite mais cadastro de adolescentes

O aplicativo Skout, voltado para procurar parceiros, disponível para smartphones, fechou o cadastro para menores de idade após três casos de abuso sexual envolvendo crianças.

Três homens fingiam ser adolescentes no serviço, e usaram o Skout para encontrar e abusar de três menores de idade, segundo o The New York Times.

As acusações chocaram os diretores do Skout, que acreditavam ter desenvolvido um sistema seguro para evitar esse tipo de caso. "Eu tenho nojo do que aconteceu. Um caso é demais, mas três parece um padrão", afirmou o fundador do serviço, Christian Wiklund.

Segundo Wiklund, fechar o serviço para menores de idade foi a única opção encontrada pelo Skout após os casos, que aconteceram nos Estados Unidos.

O Skout permite a troca de fotos e mensagens e usam a localização do celular para procurar pessoas próximas ao usuário.

Ele foi feito para ser usado apenas para adultos, mas, quando os criadores perceberam a entrada de menores de idade, criaram mecanismos de segurança para autorizar o cadastro de adolescentes. Eles estavam em uma rede separada dos adultos, mas, nos três casos, os homens fingiram ser mais novos do que realmente eram para encontrar as crianças.



Últimas notícias
Ver todas
Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais