Vaso sanitário transforma fezes em eletricidade e fertilizante

Por Redação Olhar Digital - em 27/06/2012 às 18h15

  • Comportamento
  • Sustentabilidade

Resumo: Objetivo é propor novas maneiras sustentáveis de economizar energia e água

Um grupo de cientistas da Nanyang Technological University (NTU), em Singapura, desenvolveram um vaso sanitário capaz de transformar fezes em eletricidade e em fertlizante. O objetivo é propor novas maneiras sustentáveis de economizar energia e água, já que o vaso reduz em até 90% o uso de líquido em relação aos sanitários comuns.

O mecanismo, batizado de No-Mix Vacuum, possui duas câmeras que funcionam como uma espécie de descarga a vácuo de sucção, semelhante a dos banheiros de ônibus e aviões. Os resíduos sólidos são separados dos líquidos, momento em que o mecanismo identifica qual a quanitdade necessária de água para fazer a descarga. No máximo ele utiliza 1 litro.

Para se ter ideia da economia, um vaso convencional utiliza cerca de 4 a 6 litros de água por descarga. Se o novo sistema fosse instalado em um banheiro público, por exemplo, que costuma ser usado pelo menos 100 vezes ao dia, o recurso economizaria 160 mil litros em um ano.

De acordo com o professor Wang King-Yuan, um dos líderes do projeto de pesquisa, a função do vaso sanitário inteligente não é apenas criar um novo produto que economize água, mas também um equipamento capaz de recuperar por completo os recursos disponíveis na urina e fezes humanas.

"Com o nosso sistema higiênico inovador, podemos usar métodos mais simples e mais baratos de colher os produtos químicos úteis, e até mesmo produzir combustível e energia a partir de resíduos", afirmou.

O No-Mix Vacuum levou um ano e meio para ser desenvolvido e será apresentado à indústria no próximo WasteMET Ásia 2012, que acontece nos dias 1 a 4 de julho deste ano. Segundo o ScienceDaily, o sistema de vaso inteligente faz parte de um programa nacional de Singapura e recebeu US$ 10 milhões.



Recomendações
Ver todas
Últimos vídeos
Ver todos
Redes Sociais