Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 19/06/2011 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/ciab_2011_tecnologia_e_seguranca_no_centro_das_atencoes/18764" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Ciab 2011: tecnologia e segurança para bancos no centro das atenções

  • Segurança
  • Tecnologia
Vídeos relacionados
Ver todos


Centenas de soluções e novas tecnologias foram apresentadas esta semana no Ciab 2011, o Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras. E, como estamos numa feira voltada para soluções para os bancos, segurança e tecnologia, é claro, estiveram no centro das atenções.  

"Temos soluções que começam no caixa eletrônico, tem tablets e desktops com novas tecnologias de segurança, até os servidores da linha Xeon E7, que são o topo da linha da Intel. Então, temos aqui a implementação da nossa Computação Continuada", explica Fernando Martins, presidente da Intel Brasil.    

Essas tecnologias vêm estimular o conceito de “Compute Continuum” – ou Computação Continuada – agora presente também nas nossas principais atividades financeiras. Isso significa poder realizar transações bancárias seja em qual for o dispositivo, onde quer que você esteja; seja ele um tablet, notebook, smartphone ou até um tradicional caixa eletrônico.

E, como dissemos no começo, segurança está sempre na mente de quem trabalha nesse setor. A principal novidade apresentada por aqui foi a “Identity Protection Technology”, ou simplesmente IPT. Mais uma solução de tecnologia embarcada, ou seja, embutida nas máquinas. Ela vai combater principalmente a fraude bancária pela prática do “phishing” – aqueles e-mails falsos que tentam enganar a gente para roubar informações pessoais e bancárias. O problema é alarmante! Segundo um estudo da McAfee, mais de 31 mil novos ataques de phishing são registrados todos os meses, o que fez mais de 11 milhões de vítimas só nos Estados Unidos no ano passado.  

"O IPT é uma tecnologia de segurança para desktops e notebooks e a ideia é que você tenha o Token já embutido no processador. Hoje você tem o Token físico que gera um número de segurança", conta o presidente da Intel.

Ao associar o hardware do seu computador à sua conta online, o IPT cria uma nova camada de segurança. Então, você pode ficar tranquilo; mesmo que suas informações bancárias sejam roubadas por alguém, o acesso à conta continuará bloqueado.  

Independente do sistema operacional ou qualquer software, as senhas geradas pelo IPT são totalmente seguras e mudam automaticamente a cada 30 segundos sem a necessidade de intervenção do usuário. A tecnologia já está sendo adotada nos Estados Unidos e também aqui, no Brasil.  

"A tecnologia está sendo utilizado no mundo e no Brasil, a Symantec, a Vasco e Infoserver vão ter soluções baseadas no IPT, habilitadas para o mercado brasileiro", comenta Fernando.

A Ciab teve várias novidades também em outros setores. Inovações e novas tecnologias super interessantes. Teve, por exemplo a impressora instantânea de cartões de crédito. Quer conhecer? Clique no link que acompanha a matéria e veja a reportagem.    
Últimas notícias
Ver todas