Conheça o aplicativo que funciona como um 'Tinder' de casas

O caminho mais curto para procurar um apartamento ou alugar a própria casa é ir a uma corretora de imóveis. Certo? Talvez não. Já tem muita gente abraçando o mundo dos aplicativos também no mercado imobiliário. Hoje em dia, é possível achar o novo lar usando apenas o smartphone, e nada mais.

Quem adere aos aplicativos em vez das corretoras tradicionais quer conveniência e praticidade. Afinal, a nossa paciência anda curta na hora de contratar um serviço ou comprar um produto; a agilidade no atendimento é um diferencial cada vez mais requisitado.

Os corretores, claro, não estão nada felizes com a mudança. Alguns deles têm medo de que os aplicativos desse tipo possam roubar o seu emprego no futuro. É um caso semelhante à reação negativa dos taxistas diante do Uber.

A tecnologia ajuda os compradores, mas ainda não subsitui o elemento humano no processo. Mesmo com o surgimento desses aplicativos, os corretores continuam a ter um papel essencial na negociação dos imóveis:

E ainda há a questão da segurança. Antes de bater o martelo, é importante tomar alguns cuidados na hora de chamar alguém que você conheceu pela internet para visitar a sua casa - ou se você for visitar a casa de alguém que achou por meio do aplicativo

A tendência parece ser irreversível, e o mercado imobiliário já percebeu o potencial do atendimento via aplicativos. Com a devida atenção, os compradores também podem sair ganhando com esta nova maneira de encontrar o lar doce lar



RECOMENDADO PARA VOCÊ