Entenda como vai funcionar a futura caixa-preta dos carros

Três jovens brasileiros saíram na frente da indústria automobilística e até dos mais modernos serviços para automóveis e desenvolveram uma espécie de caixa preta similar à dos aviões para ajudar na investigação de acidentes em carros. O WITBox venceu a categoria inovação da Imagine Cup - uma competição de projetos de tecnologia promovido pela Microsoft este ano.

A ideia é mesmo copiar o que já existe nas aeronaves; com uma câmera de alta definição e uma série de sensores, é possível - em caso de acidente - saber qual era a velocidade exata do veículo, a pressão exercida nos pedais, a localização exata do ocorrido e até se houve mesmo um culpado ou foi um problema mecânico.

A caixa preta veicular, que ainda é apenas um protótipo, também registra imagens e áudio captado pela câmera Full HD. Nesta primeira fase, toda a coleta de informações de veículo é feita através da centralina - assim, não é preciso fazer qualquer modificação no veículo para ter acesso aos dados. A solução também funciona como um sistema de rastreamento em casos de roubo ou mesmo de monitoramento de frota.

Em carros mais modernos, em um futuro próximo, a ideia é coletar ainda mais informações e deixá-la disponíveis - em tempo real - para o usuário em um painel de controle no computador ou através de um aplicativo no smartphone. Neste cenário, a solução vai muito além da solução de acidentes.

O foco dos jovens empreendedores agora é na etapa mundial da competição, que vai rolar em agosto, em Seattle, nos Estados Unidos. Serão 190 projetos de todo o mundo e o Brasil estará bem representado, com uma solução inovadora que pode mudar ainda mais nossa relação com os automóveis. Por aqui, a gente fica na torcida.



RECOMENDADO PARA VOCÊ