Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 13/11/2011 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/nao_gosta_da_sua_operadora_de_telefonia_em_breve_voce_tera_mais_opcoes/22234" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Não gosta da sua operadora de telefonia? Em breve, você terá mais opções!

  • 3G
  • Anatel
  • Celulares
  • Serviços
Vídeos relacionados
Ver todos


Realmente, hoje temos poucas opções. Mais do que isso, as ofertas dessas empresas são bastante parecidas e, como a gente já sabe e até já mostrou aqui no Olhar Digital, a qualidade do serviço de todas elas é bastante questionável. Hoje, são mais de 200 milhões de celulares em uso no Brasil. E, todo mundo sabe que, pior do que a qualidade dos serviços oferecidos, é o relacionamento que as operadoras oferecem. Já precisou falar com o atendimento de alguma delas?

Mas, parece que existe uma luz no fim do túnel. No final do ano passado, a Anatel regulamentou a entrada das operadoras virtuais no país: as MVNO’s. Agora, outras empresas também poderão operar no setor. Para isso, basta elas se aliarem a uma operadora já existente no mercado.

Daniel Bichara, diretor de tecnologia nos explica que a MVNO nasceu como um conceito muito simples: ela utilizará a rede da operadora que já existe e vai implementar produtos e serviços em cima dela.

Basicamente é isso: nada mudará na qualidade dos serviços de voz e dados, mas o relacionamento com os clientes e até serviços extras oferecidos vão fazer a diferença na hora da escolha. A Porto Seguro foi a primeira empresa brasileira a receber autorização para atuar como telecom.

Ítalo Gennaro Flammia, diretor de TI da Porto Seguro, lista os benefícios que o serviço da empresa irá oferecer: "Queremos oferecer um produto de qualidade: um celular a um preço similar ao do mercado, com um atendimento diferenciado, muita transparência e muita simplicidade no relacionamento".

Claro, há muitas outras empresas interessadas no processo e, muito em breve, devem surgir dezenas de novas operadoras virtuais. Cada uma com uma proposta diferente.

Daniel exemplifica: "Com o MNVO, poderíamos endereçar os adolescentes, os adolescentes que gostam de um videogame, os adolescentes que gostam de um videogame de luta, os adolescentes que gostam de uma videogame de luta no Xbox e assim por diante". Ele explica que, com isso, você começa a afunilar o seu perfil. Para ele, quanto mais você reduz esse foco, melhor fica para você poder trabalhar as necessidades.

A chegada dessas novas empresas deve fazer aumentar o uso da portabilidade. Hoje, segundo a Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações, já estamos com um índice acima dos 60%. E esse número pode subir.

Mas enquanto a esperança de melhor atendimento ainda não se concretiza, você pode, pelo menos escolher a operadora baseado no que ela oferece em termos de conexão. Para ajudar na sua escolha, testamos o serviço 3G que as quatro principais operadoras de São Paulo oferecem. Quer saber quem se deu melhor? Confira o link que está jundo desta matéria.
Página 1/4
<< < 1 2 3 4 > >>
Últimas notícias
Ver todas