Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 17/07/2011 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/para_que_serve_um_no-break_e_como_utiliza-lo_da_melhor_forma/19388" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Para que serve um No-break e como utilizá-lo da melhor forma

  • Computadores
  • Energia
  • Internet
  • Modem


Você sabe para que serve um No-break? Para a maioria de nós, a primeira impressão é que este tipo de aparelho tem uma única função: entrar em ação quando a luz acaba. E isso é verdade! Mas, em tempos em que os notebooks dominam a cena, será que ele continua super útil para o dia a dia? É claro que não estamos falando de usos profissionais. Mas, já que os notebooks têm baterias, será que os no-breaks continuam a ter muita serventia dentro de casa?

Imagine a situação: acaba a energia, mas você continua com bateria suficiente no seu computador. Legal! A internet chega pela linha telefônica, e o sistema não foi afetado pela falta de luz... mas, e o modem? E o roteador, se você usar um? Se eles estiverem conectados a um No-break, enquanto as baterias durarem, você continuará online, navegando normalmente. Mais do que isso, a turma vidrada em jogos online sabe a frustração que uma queda de luz bem no meio da partida pode provocar.

"Na última Copa do Mundo alguns tiveram momentos de suspense, porque ficaram sem energia. Esse é um exemplo onde o No-break é necessário. Não precisa ser muito potente, mas que tenha uma autonomia boa em termos de tempo para salvar a situação", comenta Auster Nascimento, gerente geral da SMS.

Em teoria, um No-break pode trabalhar com qualquer equipamento eletrônico. E  mais do que fornecer energia, ele protege seus aparelhos. Um outro detalhe importante: os melhores No-breaks do mercado também oferecem a função de estabilizador. Isso é, através de um transformador, ele "limpa" e deixa a energia que sai da tomada mais linear. Até porque a energia elétrica que chega às casas aqui no Brasil sofre grandes oscilações. Mas... não se engane. Infelizmente, a função de estabilização embutida nos no-breaks só vale a pena mesmo nos modelos mais caros. "Temos que ter autonomia suficiente para acabarmos um trabalho que estamos fazendo calmamente, desligarmos aqueles equipamentos vitais, que não vão nos levar a perda de informações e cumprir tranquilamente a rotina de desligar estes aparelhos", completa Auster. 

Claro, as baterias do No-break possuem uma autonomia, que em geral não é muito grande. Quanto mais equipamentos ligados, menos autonomia ele terá, pois estará consumindo mais carga. Normalmente, um No-break doméstico tem 15 minutos de autonomia. 

Se você quiser saber como escolher um Nobreak ideal para sua casa ou estabelecimento, de acordo com os equipamentos que você pretende conectar nele, clique no link que acompanha esta matéria. Nós preparamos uma fórmula simples que ajuda a escolher o tamanho do equipamento adequado para suas necessidades. Acesse e proteja-se!
Página 1/198
<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 > >>
Página 1/4
<< < 1 2 3 4 > >>
Últimas notícias
Ver todas