Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 23/09/2012 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/profissao-youtuber/29266" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Profissão YouTuber: ganhe dinheiro com o site de vídeos

  • Vídeo
  • Youtube
Vídeos relacionados
Ver todos


Aos 20 anos de idades, Lucas fez o que deixaria qualquer pai ou mãe, literalmente, maluco. Fã incondicional de malabarismo, o jovem abandonou a faculdade de administração e resolveu viver da arte. Seu sonho era ter um trabalho flexível e viver fazendo o que realmente gosta.

Sem qualquer pretensão, ele já produzia vídeos caseiros sobre malabares. Foi quando, no final do ano passado, se inscreveu no YouTube NextUp, um concurso para desenvolver canais parceiros do portal. Mais de 100 mil pessoas de todo o país participaram com vídeos sobre os mais diversos assuntos. Afinal, o prêmio era bem atrativo: 20 mil reais para ajudar os ganhadores com a aquisição de equipamentos profissionais para a produção de vídeos ainda melhores.

Além do dinheiro, Lucas teve a oportunidade de passar quatro dias no “Creator Camp”: uma imersão no mundo do conteúdo digital e do YouTube. Hoje ele mantém o canal “Malabarize-se” com dois vídeos publicados semanalmente: um artístico e um tutorial.

Para concretizar definitivamente seu sonho, Lucas se dedica várias horas por dia ao seu projeto e ganha dinheiro com os anúncios do próprio YouTube que aparecem no começo dos seus vídeos.

Publicitário por formação, Pablo também é criador de um canal bastante popular na plataforma de vídeos do Google. Mas sua história é diferente. Hoje com um ano completo, seu projeto, o canal “Quatro Coisas” era um desejo antigo de fazer algo para falar de cultura pop.

O resultado é este programa super bem humorado com duas publicações mensais; hoje já são mais de 20 episódios e um canal com mais de 28 mil assinantes e mais de um milhão de visualizações.

A principal diferente entre os dois projetos, é que o Pablo já criou o canal no YouTube pensando em um formato comercial; ou seja, ele não “deu sorte”, mas usou seu conhecimento publicitário para apostar em um projeto que desse um bom retorno financeiro.

Ainda que as primeiras edições tenham sido 100% caseiras, sem a ajuda de ninguém, hoje a produção do programa ganhou proporções muito maiores. A gravação é feita em um estúdio profissional e já tem muita gente envolvida neste projeto.

Bom, para quem também sonha em viver do YouTube, os exemplos do Lucas e do Pablo dão muitas dicas do que fazer e como fazer. Mas ambos concordam que é preciso uma ideia original; nova. Qualidade também é imprescindível – mais ainda se a ideia for associar qualquer marca à produção. Resumindo, não é qualquer coisa que faz sucesso ou dá resultado; e aqui não estamos falando de “sorte”.

Essas dicas são valiosas para quem quer apostar em vídeos na web. Se você quiser começar a brincar, aproveite e acesse olhardigital.com.br. No nosso site você encontra matérias sobre como editar vídeos em casa com qualidade profissional. Ah, se você quiser conhecer os canais do Pablo e do Lucas, os links estão acima deste texto. Acesse, assista, divirta-se e aprenda. Boa sorte!

Página 1/4
<< < 1 2 3 4 > >>
Últimas notícias
Ver todas