Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 24/06/2012 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/programa-373---24-06-2012/27324" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Programa 373 - 24/06/2012

  • Olhar Digital
  • Sites


"O celular perde qualidade, porque ele usa o zoom digital e sempre que isso acontece a qualidade diminui", comenta Roberto Oya, fotógrafo. 

"O resultado foi bastante granulação em detalhes pequenos e imagem de baixa qualidade mesmo", explica Roberto.

"O flash da câmera é mais forte, então a qualidade de imagem é melhor. Ela fica mais nítida, em compensação o que está no fundo fica preto. Já na câmera ela granula mais, então o fundo fica mais aparente", conta.

Matéria: Campanha quer desmistificar a computação na nuvem 

Você sabe o que é “Cloud Computing”? Conhece empresas que já utilizam essa tecnologia? Ou então já ouviu falar das soluções para “Computação na Nuvem”?!.

"A nuvem é um conjunto de computadores, servidores que provém serviços na ponta. No seu telefone celular você faz uma busca e esta busca fica implementada na nuvem. O seu email na internet e acesso é tudo implementado na nuvem", explica Fernando Martins, presidente da Intel. 

"Eu preparei alguma coisa que eu conhecia e mandei. No dia seguinte quase não acreditei quando me ligaram. Fiquei muito contente, foi uma experiência muito interessante", lembra José Carlos Basílio, engenheiro. 

Ele passou uma semana nos Estados Unidos, com tudo pago, e ainda teve a oportunidade de conhecer o Datacenter da Intel ao lado dos maiores CIOs do país.

"O data center é super bem estruturado, oferece uma grande versatilidade para a própria Intel e a visista foi muito bom. O mais interessante foram as palestras que ocorreram. Deu para aprender bastante e fazer contato com muitas pessoas da área", conta o engenheiro. 

No dia 4 de julho, mais um evento aquecerá a iniciativa sobre Cloud Computing; é o Encontro Locaweb de Profissionais de Internet, que abordará o tema “Segurança na Nuvem: mitos e verdades”. Se você quiser saber mais sobre o evento, clique no link acima.

"A demanda é relativamente pequena, a gente tem uma média de três trabalhos por ano, bem pouco mesmo", comenta André Rosa, produtor executivo da Vetor Zero/Lobo 

"Quando você tem a informação de parallax 3D, você entende a posição da jogada. No tênis você vê exatamente onde a bola está indo, se ela tem efeito se não tem. Acho que para as pessoas que ama esporte, quando têm esta experiência elas não querem mais saber de assistir o jogo em 2D", afirma André.

"A TV não sabe o que é uma pessoa ou objeto só um sinal de vídeo. Então, o software de conversão busca determinar quais são os objetos reunindo as regiões que têm a mesma cor. Ele procura as bordas e por meio delas determina quais são os objetos. Então, ele consegue destacar uma pessoa, de um carro ou de uma casa. Depois disso, ele escolhe qual a perspectiva que ele vai dar para cada objeto que ele determinou", explica Kairós Nunes, responsável pelo marketing técnico da Philips. 

"Existe uma regulagem do 3D, que chamamos de ajuste de profundidade. Você pode deixá-lo mais suave ou exagerar para dar uma sensação maior de perspectiva. Quanto mais o efeito distorcido para quem está sem óculos, maior o efeito de profundidade para quem está assistindo", comenta Kairós. 

Áudio

A exemplo do que já aconteceu em testes passados, a qualidade do áudio variou bastante. Achamos o micro da Samsung o mais fraquinho, com pouca potência, e um som aberto quase estridente.

Em seguida, veio o Lenovo, com uma qualidade média nas caixas. Nesse assunto, quem se deu melhor foi a HP. Os alto-falantes desse note não são a quinta maravilha, mas ofereceram som bem superior ao dos concorrentes.

Tela

Esse é um item que faz cada vez mais diferença na hora de comprar um micro. A qualidade da tela vem ganhando importância maior ainda em função da maior oferta de conteúdo em alta definição. No caso desses 3 micros, nem é o caso de games: eles não são máquinas parrudas o suficiente para games - especialmente os mais pesados. Mas, vídeos em alta definição, todos eles foram capazes de reproduzir. E assim, com imagens super precisas, chegamos a um empate técnico entre Samsung e HP. Ambas as máquinas ofereceram telas de boa qualidade, com bom contraste e boa resolução. A tela da Samsung tem um ângulo de visão ligeiramente maior. Mas nada suficiente para um desempate. Já a tela da Lenovo ficou um pouco atrás, com um bom desempenho, é verdade, mas com cores ligeiramente distorcidas.

Duração da bateria

Já que estávamos assistindo a vídeos em alta definição, aproveitamos para ver qual das baterias resistiria por mais tempo, exibindo imagens em HD. Afinal, essa é uma das tarefas que mais demandam processamento e, portanto, mais consomem bateria. Aí, a HP se deu bem: a bateria resistiu por 127 minutos. O micro da Lenovo viu sua bateria se exaurir depois de 104 minutos. Já o Samsung resistiu por 102 minutos.

Teclado, touchpad e conexões

Na parte das conexões, uma boa notícia. Apesar de serem micros mais simples, os 3 oferecem um bom cardápio. Todos têm saída HDMI, 3 USBs e placa de rede Gigabit. HP e Lenovo levam ligeira vantagem por oferecerem também um leitor de cartões, algo que não existe no Samsung. Em compensação, achamos o teclado e o touchpad do Samsung os melhores, com teclar macio, e uma rolagem precisa no touchpad.

Processadores e desempenho

É claro que esse é o item que mais merece atenção. Afinal, disso depende boa parte da sua satisfação ao usar um micro. Esses são computadores pensados para atender usos comuns, como navegar pela web, assistir a vídeos, criar documentos ou planilhas... Enfim, tarefas que não pedem grande desempenho. Aqui, também, assistimos ao embate entre dois processadores diferentes. De um lado, o Core i5, da Intel, que equipamos micros da Lenovo e da Samsung. De outro, o Athlon dual core, da AMD, que turbina o HP. O resultado foi interessante.  Quando você está fazendo apenas uma coisa por vez no micro, não notamos diferença significativa entre eles. Mas, tudo muda quando você resolve fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Aí, o Core i5 fica bem na frente, com um desempenho bem superior. É claro que o fato do Lenovo e o Samsung virem com 4 giga de RAM contra 2 do HP também conta. Mas, quando voltamos ao nosso velho teste da exibição dos vídeos em HD, a coisa fica mais clara. Ao dar play num vídeo em alta definição, note que a CPU do HP trabalha quase no limite. Já Samsung e Lenovo ficam por volta de 20 por cento. Ou seja: sobra espaço para fazer outras coisas ao mesmo tempo.

Preços 

Para finalizar, o item que orientou esse Laboratório. Os modelos têm preços sugeridos pelos fabricantes. O micro mais barato desse comparativo é o Samsung, que sai por 999 reais. O HP custa 1.599 reais. O mais caro é Lenovo; vendido a 1.899 reais. 

Conclusão

A ideia deste Laboratório Digital era apontar um bom micro, que atendesse bem às necessidades do dia-a-dia, e que tivesse preço acessível. A decisão foi difícil porque as máquinas são bem equivalentes. Mas, como estamos com um olho no bolso, a escolha do Olhar Digital vai para o SAMSUNG. Além de ser o modelo mais barato, ele se deu bem em vários quesitos, como qualidade do áudio, da tela e duração de bateria. Com o preço de R$ 999, ele é o grande vencedor. E ainda apresenta bom desempenho; o teclado e o touchpad são os melhores, e nós também gostamos do acabamento emborrachado.

Quer saber mais? Veja nosso Laboratório Digital que analisou os Ultrabooks. Não compre antes de conferir! 

Matéria: Mostre seu trabalho: dicas de sites para publicar seu portfólio

O Carbon Made é um dos serviços mais populares para a criação de portfolios digitais. Só neste portal são mais de 480 mil portfólios cadastrados. O legal é que você pode criar um endereço que começa com o seu nome, deixando sua apresentação ainda mais exclusiva. Na opção gratuita, você pode publicar até 35 imagens no seu portfólio e ainda deixar ele com a sua cara mudando cores e fontes de apresentação. Há espaço para muitos profissionais: fotógrafos, designers, desenhistas, estilistas e, agora, você.

Se você tem muito o que mostrar e quer fazer isso de maneira inteligente e profissional acesse agora os links acima. Aproveite a oportunidade e veja como é fácil. 

Página 1/4
<< < 1 2 3 4 > >>
Últimas notícias
Ver todas