Embed Apagar a luz Acender a luz Publicado em 18/09/2011 às 15h45
Copie e cole o código abaixo para compartilhar ou incorporar o vídeo.
<iframe src="http://olhardigital.uol.com.br/embed/tablets_fabricados_no_brasil_os_precos_serao_realmente_mais_baixos/20623" frameborder="no" scrolling="no" width="460" height="290"></iframe>
FECHAR

Tablets fabricados no Brasil: os preços serão, realmente, mais baixos?

  • Brasil
  • Compras
  • Galaxy Tab
  • iPad
Vídeos relacionados
Ver todos


Nelson Scarpin, diretor geral da Semp Toshiba explica: "Quando você tem um produto importado, por não ter uma fábrica aqui, não há a necessidade de fabricação e você deixa de ter os custos disso. Então, o produto vem pronto e você faz a distribuição. Com a redução da carga tributária, que é um grande benefício, isso totaliza 37%, se somados todos os impostos em cascata. Mas, não podemos esquecer que haverão outro custos associados como, por exemplo, os de fabricação do equipamento", completa.

"Naquele momento, em abril, tínhamos a expectativa que essa mudança na lei já fosse acontecer naquele momento, mas acabou por acontecer no início de agosto. Mas nós apostamos que a Lei do Bem seria aprovada, que seria implementada no Brasil e já começamos a produzir e comercializar com um preço mais agressivo do que faríamos se a lei não estivesse em discussão. Assim que a mudança na tributação foi efetivada, no início da 2ª semana de agosto, nós já reduzimos os preços dos tablets", diz Rodrigo Vidigal, diretor de marketing da Motorola Mobility.

Além do preço, o Brasil precisa vencer mais uma barreira para uma disseminação maior dos tablets: a banda larga e a conexão via rede 3G.

Quem sabe, os "prometidos" 40% de redução ainda cheguem para o consumidor. Mas, os fabricantes dizem que isso só deve acontecer a partir do crescimento das vendas...

Quem sabe, com a chegada do iPad mais barato, os outros concorrentes também não se vejam forçados a baixar seus preços.... por enquanto, eles apostam em funcionalidades que o iPad não oferece.

"Em nosso caso, procuramos, no lançamento do Xoom, oferecer conteúdos nacionais em condições exclusivas para o usuário. As revistas mais lidas no Brasil estão sendo oferecidas no Xoom, com preços exclusivos. Jornais, livros das principais editoras, também. Já fizemos isso, então é uma oportunidade: além do hardware, do sofware, do ecossistema, também conteúdos adaptados para a realidade e relevantes para a para o mercado em questão", completa Vidigal.

Se você ainda não comprou o seu tablet ou pretende dar um de presente para alguém este ano, acesse os links que acompanham a matéria. Nós testamos os 3 modelos mais populares do momento. Tire suas próprias conclusões. Ah, e pra quem quiser, a gente explica também o que são os tablets "Xing-Ling"...eles não fazem mágica, mas têm preços mais, digamos, digeríveis. Acesse e confira!

Página 1/4
<< < 1 2 3 4 > >>
Últimas notícias
Ver todas