Confira o que mais chamou atenção na CES 2016

Os números nem importam tanto, mas impressionam. Foram mais de 170 mil visitantes vindos de 153 países diferentes. Esse mar de gente se espremeu nos corredores do Centro de Convenções de Las Vegas e em alguns hotéis da cidade para conferir o que quase 4 mil empresas trouxeram para mostra em termos de aparelhos eletrônicos.

A CES é o maior encontro do mundo quando o assunto são dispositivos voltados para o consumidor final. Justamente por isso, é difícil ter um panorama completo do encontro em apenas 4 dias. O que acontece em Vegas, no caso da tecnologia, nunca fica apenas em Vegas, e nós vamos ver desdobramentos dos lançamentos e das tendências daqui ao longo do ano.

Dito isso, montamos um pequeno painel com as áreas que mais nos chamaram a atenção na edição 2016. Vamos a ele!

Tecnologia de telas

Esse não é necessariamente um evento em que as empresas mostram novidades que ainda estão no laboratório. O que aparece por aqui geralmente está quase pronto para ir ao mercado – pelo menos nos Estados Unidos. Mas, conseguimos registrar alguns temas que, certamente, ficarão no noticiários nos próximos meses.

O primeiro vai exigir de todos nós uma decisão quando formos comprar a próxima TV. Se você já achava difícil escolher uma hoje em dia, prepare-se, a decisão vai ficar ainda mais complicada... As duas maiores fabricantes mundiais – LG e Samsung cerraram fileiras de lados opostos. A LG veio para cá defendendo a tecnologia OLED. Praticamente todos os televisores mostrados por eles apostam nela. Quem acompanha o Olhar Digital já sabe que somos fãs da tecnologia, que oferece contraste, brilho e cores incríveis. Além disso, o OLED não tem lâmpadas atrás do painel – como acontece com as atuais TVs de LED – o que evita que tenhamos áreas mais claras e mais escuras.

Já a Samsung colocou todas as fichas numa outra vertente, chamada ponto quântico, ou quantum dot, em inglês. É... o nome não ajuda muito... O ponto quântico é uma evolução do LCD, com inúmeras vantagens. Esses painéis conseguem oferecer brilho, contraste e cores também impressionantes. De verdade, a olho nu, é praticamente impossível dizer qual tela tem mais qualidade – se as OLED ou as de ponto quântico.

A favor do OLED está o fato de que se trata de uma nova tecnologia desenvolvida mais recentemente. O ponto quântico é a evolução de uma tecnologia que já está aí há algum tempo. A favor do ponto quântico está o custo de produção – que é bem menor que o do OLED e, talvez, resulte em aparelhos mais baratos. Talvez! Por que, em questão de preço, às vezes a estratégias e a margem das empresas pesam até mais que o simples custo. Essa é uma batalha que vamos ter que esperar para ver...

Realidade virtual e realidade aumentada

Todo mundo está entrando nesse divertido trem que é a criação de uma realidade paralela na qual podemos mergulhar. O nome mais comentado por aqui na CES foi o do Oculus Rift – aparelho que praticamente tirou o assunto da fase experimental para trazer para o público comum. Aliás, quem nos acompanha já conhece o Oculus Rift há pelo menos uns 4 anos... Pois, agora, já devidamente comprado pelo Facebook, ele virou estrela.

O estande deles foi um dos mais disputados do evento, com filas enormes. Mas, inúmeras outras empresas apresentaram suas apostas na tendência. Desde as gigantes até start ups. Veja este exemplo que descobrimos num cantinho escondido da CES. Uma pequena produtora da região de São Francisco, que criou sua própria versão do Google Glass. Só que, no caso deles, a ideia é de uso profissional.

Mas é nos games que a realidade virtual promete mudar tudo. E os visitantes da CES se divertiram com a profusão de experiências. Para quem olha de fora também não deixa de ser engraçado, observar o jeito meio zumbi de quem está mergulhado num universo paralelo...

Veículos

Já virou tradição, a CES é quase uma pré-vitrine de tecnologia para os grandes salões de automóveis ao longo do ano. Aqui, aparecem muitas novidades que serão replicadas nos próximos meses em outras exposições. Não tenha dúvida: o futuro dos carros é elétrico, conectado e autônomo. Alguns destaques: o sistema de recarga sem fios, mostrado pela Qualcomm, o carro da Mercedes que altera o formato para melhorar a aerodinâmica e o carro da Audi sem retrovisores.

E por falar em veículos o que não faltou por aqui foram drones. De todas as cores, jeitos, preços e potências. Tem desde os grandões que impressionam até os minúsculos. Dá uma olhada nesses aí. E eles são controlados diretamente do smartphone, com um aplicativo simples.

Internet das coisas

A tendência da conexão de todos os aparelhos à Web avança. Por aqui, deu para sacar que um dos maiores impactos virá para a automação doméstica. As empresas montaram verdadeiras casas conectadas, mostrando as possibilidades. Não se engane. Talvez essa tendência demore um pouco mais a chegar ao nosso país complicado, mas, no mundo desenvolvido, as casas inteligentes já começam a fazer parte dos planos de todo mundo. E as soluções podem ser simples. Afinal, se você acoplar um sensor a um aparelho, ele pode se conectar à Web e se tornar mais inteligente. Por aqui, teve fabricante que fez isso até com roupas.

Esse, é claro, é um resumão do que rolou aqui em Las Vegas. Como a gente disse no início, essa festa da tecnologia é difícil de definir por conta da sua diversidade. É claro que tem muito mais coisas interessantes que apareceram por aqui. Várias delas inserimos no nosso noticiário, com vídeos e textos. E tudo está à sua disposição no Olhar Digital.com.br. Aproveite! E, ao longo do ano, você acompanha com a gente os desdobramentos e a chegada às prateleiras de várias das novidades que apareceram por aqui. Ano que vem, tem mais!



RECOMENDADO PARA VOCÊ