20/12/2016 Postado às 11h56

Como otimizar o armazenamento da sua empresa e gastar menos

Redação Olhar Digital

Cresce anualmente o desafio das empresas em relação ao armazenemento quando o assunto é a quantidade colossal de informações, que tem se tornado cada vez mais valiosa para a manutenção e evolução dos negócios.

É por isso que as empresas devem ter a tecnologia certa para compreender melhor suas necessidades e saber o que tem em mãos para tomar decisões que possam ter um impacto positivo em suas atividades.

O fato é que otimizar o armazenamento dos dados com monitoramento e análise é uma técnica disruptiva que pode ajudar a empresa a reduzir custos, com uma queda em 50% no valor pago por gigabyte, conforme observou a IBM por meio de uma implementação interna.

Ao utilizar ferramentas adequadas de para o gerenciamento de armazenamento com um modelo de fornecimento baseado em nuvem, é possível ter acesso a informações que possibilitam identificar problemas de desempenho antes que eles sejam capazes de afetar negativamente a operação da sua empresa.

As possibilidades de um sistema mais inteligente de armazenamento são muitas. Isso inclui a vantagem de dividir dados em diferentes camadas, levando em conta um histórico de uso, que permite reduzir custos. Ao trabalhar com informações concretas, também é possível gerenciar melhor a quantidade de dados com a qual sua empresa precisa lidar.

Outra possibilidade é a capacidade de perceber se há armazenamento ocioso e avaliar se ele precisa ser realocado para exercer outra tarefa, o que maximiza a sua utilização e evita desperdício de recursos. Também dá para gerenciar os dados de acordo com as necessidades de cada departamento e de aplicativos.

Isso pode ser feito em períodos muito curtos de tempo, com insights prontos em alguns minutos, permitindo enfrentar de cabeça os principais desafios do gerenciamento de armazenamento atuais, que são o crescimento acelerado do volume de dados e as baixas taxas de utilização, eliminando o processo manual que é sujeito a erros.