Aprenda a trocar o servidor DNS para melhorar sua conexão ou contornar hackers

Alguns problemas de lentidão e instabilidade de conexões, ou mesmo ataques hackers que parecem tirar certos sites do ar ou trocá-los por outros, podem ser resolvidos de uma maneira simples que consiste na troca do servidor DNS que está sendo utilizado pela máquina. O tutorial abaixo ensina como realizar a mudança.

O primeiro passo é checar qual dos servidores DNS é o mais rápido para seu computador. Para fazer isso é preciso utilizar programas como Namebench, DNS Bench ou DNS Jumper. Todos são gratuitos e de fácil utilização, mas o primeiro é o mais indicado pelo Olhar Digital e funciona com sistemas operacionais Windows, Mac e Linux.

Com ele, basta clicar em “Start Benchmark” quando o programa for aberto e aguardar a checagem dos servidores, processo que pode demorar algumas horas. Caso tenha alguma dificuldade, o tutorial em vídeo pode te ajudar.

Reprodução

Depois disso, os resultados serão exibidos nos campos “Primary Server” e “Secondary Server”. Agora você terá que anotar os endereços de IP em um bloco de notas.

Reprodução 

Feito isso, é hora de começar a alteração das configurações. Para isso, abra a Central de Rede e Compartilhamento, localizada no Painel de Controle. Depois, clique em “Conexão Local ou “Conexão de rede sem fio” (caso use Wi-Fi) e vá em “Propriedades”.

Reprodução

Agora, vá em “Protocolo TCP/IP Versão 4 (TCP/IPv4)” e clique em “Propriedades”. Nos campos indicados, use os endereços de IP que você obteve com o Namebench. Relacione os campos “Primary Server” com “Servidor DNS Preferencial” e “Secondary Server” com “Servidor DNS alternativo”. Salve as alterações e reinicie a conexão para validar a mudança.

Reprodução

Alternativa

Outro método possível para a alteração do servidor DNS de quem está conectado por Wi-Fi é realizar a troca direto nas configurações do roteador. Para isso, abra o navegador de internet e digite o endereço “192.168.1.1”. É preciso preencher login e senha. Geralmente, por padrões de fábrica, basta digitar “admin” nos dois campos.

Reprodução

Como cada roteador apresenta uma interface diferente, não é possível mostrar com imagens o processo. No entanto, você deverá buscar por campos com nomes como “Servidor DNS preferencial”, “Primary Server” e inscrições do tipo. Depois basta substituir os números pelos gerados no Namebench e pronto. 





RECOMENDADO PARA VOCÊ