Como um estudante imprimiu o próprio alinhador dental em 3D

Tratamentos odontológicos bem ser bastante caros. Para Amos Dudley, um estudante de design digital do New Jersey Institute of Technology, eles eram simplesmente inacessíveis. Felizmente, porém, Dudley conseguiu colocar seus conhecimentos em prática e fez ele próprio a solução para seu sorriso.

Segundo o Daily Dot, o tratamento de Dudley custa, em média, US$ 5 mil. Embora ele tivesse usado alinhadores durante o colegial, os custos se tornaram inviáveis quando sua família começou a precisar custear também seu ensino superior, e isso fez com que seus dentes voltassem à posição incorreta. No entanto, como ele tinha acesso a uma grande quantidade de equipamentos de produção digital, ele decidiu se arriscar a fazer seu próprio tratamento.

Mão na massa

Dudley começou usando um pote de iogurte e uma massinha chamada Permastone - semelhante a durepoxi, mas apropriada para esse tipo de uso - para tirar um molde dos próprios dentes. Em seguida, ele utilizou uma navalha para aparar as arestas do molde.

O próximo passo foi levar o molde até uma scanner de laser 3D. Com ela, o estudante conseguiu criar um modelo digital de seus dentes. Isso permitiu que ele “animasse” os dentes, manipulasse-os digitalmente e colocasse-os na posição em que eles deveriam estar. Uma vez que ele conseguiu criar um sorriso com o qual ficou satisfeito, ele precisava então desenhar um aparelho que guiaria seus dentes para essas posições.

Reprodução

Para isso, ele usou livros de odontologia como referência para estudar a estrutura dos alinhadores dentais, e analisar como seria a melhor maneira de mover cada dente. Usando uma impressora 3D, uma faca X-Acto e uma lixa, ele conseguiu fazer um aparelho móvel estilo Invisalign que, após 16 semanas de uso contínuo (interrompido apenas durante as refeições), conseguiu colocar seus dentes no lugar. Ao todo, o processo lhe custou cerca de US$ 60.

Resultado

A comparação dos dentes de Dudley antes e depois do tratamento pode ser vista abaixo:

Antes:

Reprodução

Depois:

Reprodução

O estudante de design digital documentou todo o processo de criação de seus aparelhos em seu blog. Ele diz ter recebido muitos comentários elogiosos, até mesmo de odontologistas profissionais, “boa parte dos quais se impressionou com o quão perto eu cheguei de replicar os resultados de alinhadores odontológicos comerciais”. 

Outros, no entanto, chamaram a atenção para a natureza extremamente arriscada do experimento de Dudley. “Você se adequou a esse experimento, mas esse certamente não seria o caso de qualquer pessoa”, disse um comentador. “O Invisalign é um produto de nicho para pessoas com problemas exatamente como o seu”.

O estudante também reconhece que sua abordagem pode dar a ideia errada a muitas pessoas. “Muita gente está concluindo que fazer seu próprio alinhador é uma tarefa simples. Esse não ´[e o caso, e tentar fazer isso sem o conhecimento adequado pode ser muito perigoso”.





RECOMENDADO PARA VOCÊ