Exército dos EUA vai começar a testar laser para derrubar drones

A fabricante de produtos espaciais Lockheed Martin mostrou nesta segunda-feira, 20, um sistema de lasers para eliminar drones que estejam sobrevoando áreas não autorizadas. Segundo a empresa, a solução vai começar a ser testada pelo exército dos Estados Unidos. Em experiências, o sistema conseguiu alcançar 58 quilowatts de potência, mas é possível que o potencial aumente nos próximos meses. 

O laser utilizado pelo sistema é chamado de feixe de laser de fibra combinada. Isso significa que ele une diversos lasers individuais para criar um único feixe, mais potente. "Os veículos do exército poderão carregar algo suficientemente pequeno e poderoso o bastante para ser militarmente útil", explica Robert Afzal, responsável pela área de sistemas e sensores de laser da empresa.

O método adotado atualmente para derrubar drones usa mísseis, que custam bem mais e possuem efeitos colaterais, correndo ainda o risco de não atingirem o objetivo. De acordo com especialistas, as armas a laser podem ser mais baratas do que as munições tradicionais, já que não exigem projéteis e não precisam ser carregadas. 

Por enquanto, as agências vão analisar o potencial da ferramenta.

Via Washington Post





RECOMENDADO PARA VOCÊ