Facebook pede desculpas por recurso de retrospectiva

O Facebook se desculpou publicamente, neste final de semana, por seu recurso de retrospectiva lançado recentemente. Isso porque a ferramenta se tornou dolorosa para alguns usuários e não comemorativa.

Por conta da frase "Foi um grande ano! Obrigado por fazer parte dele", muitas pessoas se sentiram ofendidas. É como o caso do web designer Eric Meyer, que neste ano, perdeu a filha, vítima de câncer cerebral.

"Essa crueldade algorítmica inadvertida é o resultado de um código que funciona na esmagadora maioria dos casos, lembrando as pessoas da grandiosidade de seus anos (...) Mas para aqueles de nós que viveram a morte de entes queridos (...) Nós podemos não querer dar outra olhada a esse ano que passou", disse Eric em uma postagem no seu blog, como reporta o Washington Post.

Jonathan Gheller, gerente do projeto de retrospectiva do Facebook, pediu desculpas a Meyer e enviou um posicionamento ao Washington Post. "[O aplicativo] foi incrível para um monte de gente, mas é evidente que, neste caso, nós trouxemos a ele tristeza ao invés de alegria", afirmou. "Nós podemos fazer melhor - eu sou muito grato que ele tenha tomado o tempo em sua dor para escrever o post em seu blog", completou Gheller.

Em 2014, a tradicional ferramenta da rede social ganhou recursos de personalização como papel de parede, escolha de fotos e edição de legendas. Contudo, a frase final, responsável pelo episódio, não poderia ser trocada.





RECOMENDADO PARA VOCÊ