Facebook pretende investir em conteúdos originais em vídeo

O Facebook está apostando todas as suas fichas nos vídeos. Ao longo de 2016, a empresa passou a oferecer o recurso de transmissão ao vivo e melhorou o suporte a vídeos e imagens em 360°, tanto que nesta semana fez a primeira transmissão ao vivo em 360°.

Agora, a rede social parece estar interessada em investir em seu próprio conteúdo. O Facebook está negociando com estúdios de TV e produtores para conseguir programas licenciados, incluindo transmissão de eventos esportivos.

Algumas dessas ofertas de live streaming originais incluem investimentos de mais de US$ 1 milhão por ano, mas o valor ainda não está nem perto do que as redes tradicionais de TV ou serviços de streaming pagam por programação de alto nível.

Pessoas familiarizadas com o projeto dizem que a empresa está interessada em experimentar diferentes formatos. “Nosso objetivo é alavancar um ecossistema de conteúdo de parceiros, por isso estamos explorando financiamento em conteúdos de vídeo, incluindo improvisados, originais, scripts licenciados e conteúdos esportivos, que possam tirar proveito das plataformas móveis e da interação social”, explicou Rick Van Veen, cofundador do site CollegeHumor, que foi contratado pelo Facebook no meio do ano para dirigir o setor de estratégias globais criativas.

Esse é um passo significativo para o Facebook, que tem insistido que é uma empresa de tecnologia e não de mídia. O argumento era de que a rede social apenas fornecia uma plataforma para outras empresas de mídia, mas isso começou a mudar com o pagamento de transmissões ao vivo e agora com o anúncio dos investimentos em conteúdo próprio.

Via Recode





RECOMENDADO PARA VOCÊ