Guia: como escolher o projetor ideal para cada tipo de ambiente

Saiba o que levar em conta ao comprar um projetor para sua casa ou para sua empresa

Já faz algum tempo que os projetores saíram do mundo corporativo e entraram no dia a dia de muitas pessoas, seja na escola ou em casa. Junto a essa popularização, vieram também novas tecnologias como alta definição de imagem, reprodução em 3 dimensões e até luzes de LED. E aí, como escolher o melhor entre tantas opções?

Segundo o especialista em projetores Paulo Sérgio Correia, da Personal Video Service, existem algumas perguntas necessárias de se fazer antes de encontrar o projetor ideal: qual espaço tenho disponível, como é a iluminação deste local, quantas pessoas terão de ver a imagem projetada (em média), e qual será o principal uso. Diante destas questões, conseguimos saber se é necessário um projetor multimídia ou home theater para o espaço. Além disso, é possível saber o tamanho médio do display, a quantidade de lumens necessários, a taxa de contraste, brilho e resolução adequada. 

"Os projetores multimídia são melhores para escolas e empresas, pois normalmente, nesses ambientes não há luz controlada. Por isso, é necessário mais brilho. Mas, por outro lado, dispensa-se tanta resolução", comenta. Já o home theater é mais comum em casas e eventos, uma vez que nestes ambientes, geralmente, são vistos vídeos e fotografias. "Nestes lugares é preciso melhor resolução, porém, não é necessário tanto brilho, porque é comum que estes ambientes tenham luz controlada, uma vez que foram feitos para isso", explica.

É possível encontrar no mercado projetores com 200 (mini projetores) até 20 mil lumens, sendo que estes mais poderosos (acima dos 10 mil lumens) são usados apenas em grandes eventos. De 500 a 1000 lumens requerem um ambiente bastante escuro e uma distância pequena da parede até ele, enquanto os projetores com 1000 a 2000 lumens são capazes de exibir boas imagens mesmo em ambientes um pouco mais claros. Acima dos 3000 lumens não é preciso que o ambiente seja escurecido.

Junto com a luminosidade, é recomendável checar se o aparelho tem uma boa taxa de contraste. Quanto maior essa taxa, melhor. Prefira projetores que tenham, pelo menos, contraste de 500:1. Uma taxa de 1000:1, por exemplo, significa que o branco é mil vezes mais claro que o preto. Ou seja, um projetor com alta taxa de contraste consegue produzir uma variação maior de cores e mais detalhes do que um com baixa taxa. 

Vale lembrar também que a luminosidade diminui à medida que o projetor fica mais longe da área de exibição. Se o contrário for feito, a imagem fica com mais brilho. Por essa razão, os projetores geralmente indicam em seus manuais as distâncias máximas e mínimas com as quais trabalham.

Já a resolução de um projetor é medida em pixels e quanto maior, mais clara e definida a imagem será. Para se ter ideia, uma resolução de 1024 x 768 é uma das mais baixas, mas pode ser suficiente se você vai exibir slides em sala de aula (esse tipo de imagem, normalmente, não precisa de tantas linhas de definição). Já para quem quer muitos detalhes, há até mesmo projetores HD no mercado, capazes de exibir vídeos em ótima qualidade. 

Em relação às lâmpadas, Paulo lembra que a duração média é de 1500 a 2000 horas - o suficiente para cerca de 2 anos de uso, em média. O tipo de lâmpada utilizada também influencia a quantidade de lumens projetada, pois alguns modelos, quando chegam à metade de sua vida útil, projetam apenas 50% da capacidade máxima do projetor. 

No geral, é importante ter em mente as seguintes características: quanto maior o brilho, maior a flexibilidade com a iluminação do ambiente. Quanto maiores o contraste e a resolução, melhor a qualidade da imagem. As conexões de som e vídeo também são importantes para garantir a performance da experiência proporcionada por esses aparelhos. Além disso, o peso do projetor, caso você precise carregá-lo para vários lugares, e o barulho que ele gera também merecem atenção. 

Para facilitar na hora da compra, selecionamos alguns modelos e os dividimos em grupos que se adequam melhor a certos ambientes. Tem projetor para uso empresarial, que projeta imagens de diversos dispositivos diferentes, projetor de curto alcance, que pode ser utilizado em uma distância de apenas 40 centímetros e outros com variados recursos e funcionalidades. 

Empresarial ou educacional:

- Epson PowerLite 450Wi

O projetor consegue reproduzir imagens a 80 centímetros de distância, permitindo maior conforto do palestrante, pois a luz não incide diretamente em seus olhos, bem como não gera sombra na projeção. A caneta tem a função de um mouse e funciona por meio de infra-vermelho. Ela "conversa" com o projetor, que faz a interface com o computador e aciona os comandos como se fosse a tela da própria máquina. Tudo o que foi escrito na projeção pode ser impresso e se tornar um relatório com anotações ou exercícios para alunos fazerem em casa. O aparelho reproduz imagem de até 96 polegadas com qualidade de 2500 lumens e vem com microfone e alto-falante com potência de 10 Watts. Além disso, pode ser controlado à distância, por meio do software EasyMPMonitor, permitindo ligar e desligar o projetor, enviar mensagem padrão para todos os projetores da rede, como o fim de uma aula, no caso de uma escola. O projetor sai por R$ 7.999.

Reprodução 

- Vivitek D510

O projetor é ideal para ser usado em apresentações e conferências, pois possui entrada HDMI e VGA que podem ser utilizadas simultaneamente. Outra característica do produto é que ele é capaz de projetar imagens de DVD, Blu-Ray, aparelhos de videogame, netbooks, laptops, tablets, smartphones, câmeras digitais e televisores. Além disso, ele possui um sistema de desligamento rápido que resfria a lâmpada em menos de trinta segundos. A imagem, por sua vez, tem potência de 2600 lumens, o que permite uma imagem brilhante e boa qualidade mesmo em ambientes claros. O projetor custa R$ 1.599, possui resolução máxima de 1600x1200 e a duração das lâmpadas é estimada em 4000 horas. Ele ainda está preparado para 3D, projeta imagens de 1 a 10 metros e pode ser operado por controle remoto infravermelho. 

Reprodução 

- Epson PowerLite X14 (foto abaixo) e PowerLite W12

O projetor da Epson tem maior potência (cerca de 3.000 lumens), o que proporciona uma imagem com mais brilho tanto em salas escuras ou iluminadas. A resolução é de 1024 x 768 e há entrada HDMI e porta USB. Todos os projetores da marca trabalham com tecnologia 3LCD, desenvolvida pela própria Epson, e possuem lâmpada E-TORL de alto rendimento, que oferecem até 5.000 horas de vida útil. Outro ponto positivo é que este projetor permite controlar apresentações por meio da projeção de imagens e reprodução de áudio, ao conectar um cabo USB do PC para o projetor. É possível realizar apresentações em JPG sem estar conectado a um PC, simplesmente conectando um dispositivo de memória USB ao projetor. O preço deste modelo está em torno de R$2.199. Já a versão W12 tem caixa de som incorporada de 2 Watts, o que facilita apresentações em ambientes maiores, potência de 2.800 lumens e, além das entradas já citadas no modelo anterior, possui conectividade HDMI. O Powerlite X14 sai por R$ 2.199 e o W12 por R$ 2.499.

Reprodução

Projetor sustentável

- BenQ LX60ST

O projetor utiliza tecnologia BlueCore, que possui eficiência energética e melhor desempenho de projeção. Apesar da tecnologia 3D e a potência de 2000 lumens, o aparelho possui 10 mil horas de uso de lâmpada no modo normal e 20 mil horas de uso no modo econômico. Há ainda uma tecnologia, chamada de SmartEco, que determina automaticamente o brilho e o contraste ideais em uma projeção, dependendo da fonte de entrada utilizada. Além do lado ecológico, o LX60ST tem um design diferenciado e proporciona aos usuários a flexibilidade para configurar o projetor a 360°, ou seja,  na posição e forma que o usuário desejar, otimizando assim, o uso do espaço onde está acontecendo a projeção. Por ser livre de mercúrio, o projetor é uma escolha totalmente verde. O aparelho será lançado no mercado no fim do semestre.

Reprodução 

Projetor de curto alcance

- Vivitek D795WT

Nem sempre há espaço suficiente em uma sala para fazer projeções, portanto, é necessário ir em busca de aparelhos de curto alcance. Este modelo em questão é capaz de gerar uma tela de cerca de 90 polegadas a uma distância de 40 centímetros. A imagem é refletida de um espelho para a parede, o que elimina a necessidade de grandes distâncias. Com potência luminosa de 3000 lumens, o projetor possui diversas entradas de vídeo, como HDMI v1.3, vídeo composto, padrão e duas portas VGA. Projeta imagens a partir de DVD e Blu-ray players, computadores, filmadoras ou câmeras fotográficas e aparelhos de vídeo-game. Seu preço médio é R$ 7.490.

Reprodução 

Mini projetores e projetores para dispositivos portáteis

- Vivitek QUMI

Apresentado na CES deste ano, o mini projetor mede 16 cm e pesa 635 gramas. Ele cabe no bolso, mas consegue projetar imagens em HD. O produto tem lâmpadas de LED, possui 30 mil horas de vida útil, potência de 300 lumens e consegue exibir imagens em uma tela de até 90 polegadas. O aparelho possui diversas entradas de vídeo e projeta imagens a partir de periféricos como pen drives, iPod, tablets, smartphones, notebooks, câmeras digitais, DVD, Blu-ray e consoles de videogame. O preço sugerido é R$ 1.999.

Reprodução 

- BenQ Joybee GP2

O modelo traz uma série de recursos que vão desde um dock compatível com iPhone/iPod até dois alto-falantes estéreos de 2W. O dispositivo pesa 560 gramas e dispensa o uso de PC ou notebook, pois reproduz imagens de pendrive e outros aparelhos. A projeção exibe uma tela de até 160 polegadas e, com um recurso "plug’n play", os usuários podem compartilhar vídeos, fotos e jogos com sua família e amigos a qualquer hora e lugar. O aparelho possui bateria extra, oferecendo três horas de imagem, e pode ser encontrado por cerca de R$ 1.999.

Reprodução 

- Epson Presenter i+

O Presenter i+ permite que os consumidores possam ver em uma tela grande apresentações, compartilhar fotos e vídeos e desfrutar do conteúdo armazenado em seus dispositivos portáteis. Também é possível projetar com facilidade, mostrar ou carregar o conteúdo de um iPod, iPhone ou iPad; assim como permite compartilhar imagens de alta qualidade a partir de uma grande variedade de dispositivos, incluindo PCs, tablets, consoles de jogos, Blu-ray e outros. O aparelho pode ser adquirido por R$ 2.999.

Reprodução 

Para uso doméstico

- Vivitek H1081

Ideal para home theater ou home cinema, o projetor reproduz imagens de até 300 polegadas com total saturação de cor, taxas altas de luminosidade e resolução nativa Full HD 1920 X 1080 pixels. Seu preço está em torno dos R$ 5.000, valor bastante similar das televisões de 50 polegadas disponíveis no mercado. Apesar do desempenho, o aparelho pesa 3,5 kg e mede 33 centímetros. Ainda tem duas entradas HDMI, VGA e outras portas. O equipamento projeta imagens de DVD, Blu-ray, computadores, câmeras fotográficas, filmadoras e consoles de videogame.

Reprodução 

Eventos e grandes projeções

- Epson PowerLite G5900 R$8.900

O diferencial do projetor é que suas imagens são nítidas como de cinema devido ao seu processamento que cria até 60 quadros por segundo. Além disso, ele trabalha com a potência de 5.200 lumens graças à tecnologia 3LCD da fabricante (descrita nos itens anteriores) e possui entrada HDMI, VGA, RCA e outras. O equipamento projeta imagens de 30 a 300 polegadas a distâncias de 83 centímetros até 13,85 metros. O preço sugerido do aparelho é de R$ 8.900.

Reprodução 

 





RECOMENDADO PARA VOCÊ