Protesto a favor da neutralidade da rede derruba página da FCC, nos EUA

A Federal Comunications Commission (FCC), órgão responsável pela regulação das telecomunicações e radiodifusão dos EUA, sofreu nesta semana um ataque DDoS depois de John Oliver, apresentador de TV, criticar a comissão em seu programa e se posicionar contra a revogação das regras de neutralidade da rede no país.

Oliver sugeriu que quem não concordasse com a mudança acessasse o site da FCC e preenchesse um formulário, expressando suas opiniões. No entanto, após o seu pedido a página sofreu um ataque e ficou fora do ar por alguns minutos, o que impediu o acesso. Pouco depois, a página voltou a funcionar.

Há pouco mais de um mês, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, afirmou que as regras de neutralidade da rede aprovadas no último governo seriam repensadas. Segundo ele, DonaLd Trump, atual presidente dos EUA, prometeu "reverter esse excesso". Isso pode significar, por exemplo, que os serviços de internet não serão mais classificados como utilitários e, portanto, deixam de estar sob regulanentação federal. Na prática, isso significa que as empresas podem deixar o acesso à web desigual, já que quem paga mais teria prioridade.

A FCC deve votar, em 18 de maio, uma proposta para revogar as regras.

[TheNextWeb]





RECOMENDADO PARA VOCÊ