Spotify investe em inteligência artificial para melhorar indicações de músicas

Quem usa o Spotify provavelmente já se deparou com o aplicativo sugerindo músicas de sertanejo mesmo se você só escuta rock. Mas esse problema pode estar com os dias contados: o Spotify adquiriu a empresa Niland – que desenvolveu um sistema de aprendizado que se concentra na busca e recomendação de músicas.

"A equipe da Niland vai se juntar ao nosso escritório de Nova York e ajudar o Spotify a continuar inovando e melhorando as nossas recomendações e tecnologias de personalização, resultando em mais descobertas de músicas, o que beneficia fãs e artistas", anunciou a companhia.

A tecnologia de inteligência artificial pode entender melhor cada usuário e ser capaz de recomendar músicas que se encaixam melhor ao gosto musical da pessoa. O resultado é que os usuários recebem músicas mais relevantes, os artistas ganham mais royalties e o Spotify reduz suas taxas de transmissão.





RECOMENDADO PARA VOCÊ