CEO do Yahoo receberá US$ 23 milhões quando a empresa for vendida

A história recente do Yahoo não é muito inspiradora: a empresa perdeu mais de 95% de seu valor de mercado ao longo de 16 anos, e em breve será vendida para a operadora de telecomunicações Verizon. No entanto, a sua atual CEO, Marissa Mayer, receberá o total de US$ 23 milhões quando a venda se completar.

Esse valor vem de documentos enviados ontem pela empresa à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA. Segundo o documento (que descreve a compensação como um "paraquedas de ouro"), US$ 3 milhões desse total seriam pagos em dinheiro, com o restante vindo na forma de benefícios e ações. No total, executivos do Yahoo receberão quase US$ 50 milhões com a venda da empresa.

Desconto

Em julho do ano passado, a Verizon anunciou que compraria o Yahoo por  US$ 4,8 bilhões. No entanto, após o anúncio, o site passou por dois enormes vazamentos de informações pessoais de seus usuários, o que motivou a operadora de telecomunicações a pedir um "desconto" de US$ 1 bilhão. No final, porém, o acordo foi fechado por US$ 4,48 bilhões.

Ron Bell, o chefe legal do Yahoo, foi responsabilizado pelos vazamentos e, por isso, aparece listado nos documentos da empresa como alguém que "se demitiu" em 1 de março e não receberá qualquer valor pela venda. No entanto, segundo o Recode, Bell acabou sendo o "bode expiatório" do caso, já que ele não tinha responsabilidade pelos aspectos de segurança do site.

Permanência

Por conta dos vazamentos, Mayer abriu mão de seu bônus de final de ano em 2016, distribuindo-o entre os funcionários da empresa (o que deu cerca de US$ 235 por pessoa, segundo o Recode). Não que ela tenha passado fome por causa disso: segundo o The Verge, a executiva recebeu mais de US$ 150 milhões durante seu trabalho no Yahoo.

Mesmo assim, ela não quer deixar a empresa após a conclusão da venda. Ainda segundo o The Verge, em julho Mayer afirmou que pretende ficar: "Eu amo o Yahoo e acredito em todos vocês. É importante para mim acompanhar o Yahoo nesse próximo capítulo."





RECOMENDADO PARA VOCÊ