Citados em escândalo de corrupção, executivos da Samsung entregam seus cargos

Chang Choong-gi e Choi Gee-sung, um dos presidentes e o vice-presidente da Samsung, respectivamente, anunciaram nesta sexta-feira, 24, que vão deixar seus cargos. Os dois executivos são suspeitos de participação no caso de corrupção que levou à prisão de Jay Y. Lee, cabeça da empresa, na semana passada.

De acordo com a promotoria da Coreia do Sul, os executivos da Samsung teriam subornado a ex-presidente do país para receber apoio do governo em uma tentativa de unir afiliadas da empresa.

Para que o acordo fosse firmado, a Samsung teria doado US$ 17 milhões a duas fundações em nome de Choi Soon-sil, confidente da então presidente, Park Geun-hye, US$ 18 milhões a uma empresa de gerenciamento esportivo, também comandada por Choi, e US$ 1,3 milhão a um programa de esportes tocado por ela.

Ainda não se sabe se os dois executivos devem apresentar formalmente a demissão ou se serão transferidos para outras funções. Questionada, a Samsung ainda não comentou o caso.

Jay Y. Lee vai responder pelos crimes de suborno, peculato, perjúrio e por esconder ativos no exterior.

Via Reuters





RECOMENDADO PARA VOCÊ