Netflix descarta investimento em streaming ao vivo

O streaming de vídeos ao vivo está cada vez mais presente nas plataformas, principalmente nas redes sociais. Porém, a Netflix pretende seguir um caminho contrário ao do mercado.

Em seu relatório de ganhos do primeiro trimestre de 2017, a empresa afirma que está focada no serviço on-demand e em conteúdo próprio. “Não achamos que terá um impacto, uma vez que a Netflix é, em grande parte, complementar aos pacotes de TV paga”, explica.

"Os investidores nos perguntam sobre o movimento da Amazon no futebol da NFL. Essa não é uma estratégia que achamos inteligente para nós, pois acreditamos que podemos ganhar mais visão e satisfação gastando esse dinheiro em filmes e programas de TV", diz o relatório.

A Netflix anunciou no ano passado que iria investir US$ 6 bilhões no desenvolvimento de séries e filmes originais com o objetivo fazer com que 50% do conteúdo oferecido na plataforma fossem originais.

A empresa também confirmou um aumento de usuários, atingindo a marca de 100 milhões de assinantes em todo o mundo. Por outro lado, a receita caiu; porém, os executivos afirmam que essa era uma queda esperada, uma vez que os custos operacionais haviam aumentado no período.

[Polygon]





RECOMENDADO PARA VOCÊ