Serviço promete tornar sites sustentáveis

A geração de energia elétrica é um dos maiores emissores de poluição atualmente, chegando a representar mais de 33% das emissões de CO2 na atmosfera. Além disso, ela contribui com outros problemas como a estiagem e o aquecimento global. Mas engana-se quem pensa que a energia elétrica causadora disso tudo está só nas casas, edifícios comerciais ou indústrias. Ela também está nos servidores.

Pensando nisso, surgiu no final de 2012 a Site Sustentável, empresa que promete neutralizar o nível de CO2 emitido por sites com o plantio de árvores. Para isso, a empresa calcula a quantidade de carbono que o site está emitindo a partir da média de pageviews (visualizações de página) mensal da página.

De acordo com a empresa, as árvores são plantadas na Mata Atlântica, local que responde por um dos biomas mais degrados do País. As mudas são plantadas em áreas de preservação protegidas por lei e são monitoradas por dois anos. Além do plantio de árvores, o serviço também disponibiliza um selo, informando que o site é sustentável e com a data da última audição. Ao clicar nele, é possível visualizar fotos e a localização exata das mudas pelo Google Earth.

Reprodução 

A iniciativa faz parte de um movimento existente há alguns anos, porém ainda pouco praticado. Trata-se do TI Verde, isto é, a preocupação do setor da tecnologia com o meio ambiente e sustentabilidade. Apesar da economia de energia ser o principal fator a ser levado em conta, o TI Verde também considera a gestão de recursos, extração de matéria-prima na produção de equipamentos e a destinação correta desses materiais.

No caso dos servidores e computadores, os ganhos energéticos dependem, na maior parte das vezes, da criação de componentes mais eficientes, como fontes e processadores que consomem menos energia. Para efeito de comparação, um servidor consome em média, a mesma quantidade de energia elétrica que 250 mil pequenas residências. Outro dado interessante: se os servidores fossem um país, eles seriam o 5º local que consome mais energia elétrica no mundo.

Sustentabilidade também é fidelizar 

Para Mayra Gianoni, diretora do Site Sustentável, tornar um site sustentável não é importante só pelo meio ambiente, mas também para a fidelização dos consumidores. "Um novo tipo de empresa tem surgido: aquela que prioriza não só a sustentabilidade econômica, mas também a social e a ambiental. Esse posicionamento dos empreendedores tem sido muito importante para engajar e criar um vínculo entre o consumidor final e as marcas. Diante do excesso de opções, não é só o preço que determina a decisão de compra. A incorporação de práticas sustentáveis é hoje uma das mais reconhecidas e admiradas pelo consumidor final", defende.

O Site Sustentável afirma possuir mais de 500 clientes, incluindo nomes como o grupo de humor Porta dos Fundos e o provedor de domínios Locaweb. Para contratar o serviço, o investimento mínimo começa em R$ 24,90 por mês, variando de acordo com o número de pageviews mensal do cliente. Segundo Gianoni, o primeiro plano contempla o plantio de uma árvore para compensar até 8 mil pageviews mensais.





RECOMENDADO PARA VOCÊ