Verizon reduz oferta inicial de US$ 4,8 bilhões pelo Yahoo

Depois dos casos de roubo de dados de usuários do Yahoo, a Verizon começou a repensar a compra da empresa de internet. Agora, as negociações parecem estar chegando à reta final com alguns milhões de dólares a menos.

O Yahoo parece estar disposto a aceitar uma redução entre US$ 250 milhões e US$ 300 milhões do valor inicial, que era de US$ 4,8 bilhões, de acordo com fontes próximas à negociação. Além disso, as duas empresas devem compartilhar a responsabilidade legal e os custos dos futuros processos relacionados às violações de dados. O novo acordo deve ser anunciado dentro dos próximos dias. 

O Yahoo poderia ter entrado com um processo para tentar preservar o preço original, mas, além de estender as negociações por mais tempo, também corria o risco de a Verizon desistir da compra de uma vez por todas.

Os executivos da Verizon já haviam comentado publicamente sobre a gravidade das violações do Yahoo e os efeitos a longo prazo. No entanto, analistas afirmam que a gigante das telecomunicações tem muitas razões para concluir a transação rapidamente, especialmente para construir seu negócio de mídia digital.

Ataques

Em setembro do ano passado, o Yahoo revelou que houve um roubo de senhas de 500 milhões de contas de usuários em 2014. Três meses depois, foi anunciada uma violação ainda maior, envolvendo 1 bilhão de contas. Agora, nesta semana, o Yahoo revelou um terceiro ataque, desta vez envolvendo cookies fraudados.

Via The New York Times





RECOMENDADO PARA VOCÊ